Tamanho do texto

Nem mesmo Charlie Villanueva acreditou no item roubado de sua residência; além do vaso sanitário de um dos banheiros, eletrodomésticos foram levados

Charlie Villanueva é um ex-jogador norte-americano do Dallas Mavericks
Reprodução
Charlie Villanueva é um ex-jogador norte-americano do Dallas Mavericks

O ex-jogador da NBA Charlie Villanueva teve sua casa invadida por ladrões nesta última terça-feira (19). No entanto, o que chamou a atenção foi um dos objetos levados pelos criminosos. De maneira incomum, além de eletrodomésticos, o vaso sanitário de um dos banheiros da residência, localizada no estado norte-americano do Texas, foi roubado.

LEIA TAMBÉM: Polícia dos EUA prende esposa por assassinato de jogador da NBA

A denúncia foi feita pelo próprio ex-jogador de 33 anos de idade. No Twitter, Villanueva publicou uma imagem na qual retrata o sumiço do vaso sanitário. "Eles roubaram a minha privada. Eu não estou inventando. Ainda esperando Departamento de Polícia de Dallas", escreveu.

LEIA TAMBÉM: Torcedor faz cesta do meio da quadra e recebe R$ 33 mil em jogo da NBA; assista

O roubo um tanto quanto atípico deixou o atleta estadunidense inconformado. "Ainda estou em choque com as coisas que roubaram. Mas o que mais se destaca é o vaso sanitário. Cara, um vaso sanitário. Eu não consigo tirar isso da cabeça. Um vaso sanitário. Wow", completou.

LEIA TAMBÉM: Kobe Bryant é homenageado e aposenta duas camisas pelo Los Angeles Lakers

Carreira

Filho de imigrantes da República Dominicana, Charlie Villanueva foi draftado aos 20 anos de idade pelo Toronto Raptors em 2005. Após um ano na franquia canadense, foi para o Milwaukee Bucks, onde ficou até 2009. Depois usou a camisa do Detroit Pistons por cinco temporadas, quando em 2014 foi para o Dallas Mavericks . Foram 11 anos jogando na NBA , quando no ano de 2016, deixou o time texano. 

Pelo fato de possuir dupla cidadania, o ex-jogador do Mavericks defende a seleção dominicana de basquete em campeonatos internacionais. Uma particularidade de Villanueva é que o atleta possui uma disfunção chamada alopecia, e assim, não tem nenhum pelo em seu corpo.

    Leia tudo sobre: NBA