Tamanho do texto

O ex-jogador do Los Angeles Lakers se diz arrependido por ter traído Khloé Kardashian, com quem foi casado por cerca de sete anos

Lamar Odom, ex-jogador da NBA
Reprodução
Lamar Odom, ex-jogador da NBA

Um ano e meio depois de ter sido encontrado inconsciente em um bordel em Nevada, Lamar Odom está de volta, e sóbrio. Aposentado desde 2013, o ex-jogador chegou a ser internado em uma clínica de reabilitação para tratar dos vícios com drogas. "Viver sóbrio, sem drogas é uma grande sensação", afirmou o norte-americano.

LEIA TAMBÉM: Astros da NBA quase saem no tapa por causa de uma Kardashian

Em entrevista à revista "US Magazine", o ex-jogador contou que durante o tempo em que esteve hospitalizado, sofreu 12 derrames e dois ataques do coração. Na mesma publicação, Lamar Odom confessou suas traições à ex-esposa, a socialite Khloé Kardashian, e lembrou seu vício com a cocaína.

Em 13 temporadas na NBA, Odom passou pelo Los Angeles Clippers, onde iniciou a carreira em 1999, Miami Heat, Los Angeles Lakers e Dallas Mavericks. O ex-jogador foi bicampeão da liga com o Lakers nas temporadas 2008/09 e 2009/10.

Em 2009, casou-se com Khloé, socialite norte-americana e protagonista do reality show "Keeping Up with the Kardashians", que retrata o cotidiano da família. Dentre traições e polêmicas no relacionamento, os papéis do divórcio surgiram em 2015, mas a separação oficial só aconteceu em dezembro de 2016.

LEIA TAMBÉM: Tinder melhorou desempenho de atletas da NBA, revela dirigente

"Quando me casei com Khloé Kardashian, comecei a aparecer na televisão, fiquei mais atraente. As pessoas que nem sequer sabiam de basquete me paravam na rua porque me conheciam como o "Lammy", disse Odom, se referindo ao apelido no qual a ex-mulher o chamava. "Se existe uma coisa da qual me arrependo enquanto estava casado, é ter tido múltiplos affairs com diferentes mulheres. Havia muitas vagabundas que queriam sair comigo. Gostaria que tivesse conseguido manter meu pênis dentro das calças".

Lamar Odom e Khloé Kardashian, casados por nove anos
Reprodução
Lamar Odom e Khloé Kardashian, casados por nove anos

Vício

"Escondi-lhe o meu vício durante algum tempo, mas um dia ela me pegou no flagra. Ela ficou decepcionada e eu também", afirmou o ex-Lakers. "A coisa mais triste sobre isso tudo é que não sei se estava desapontado porque estava usando drogas ou porque ela me descobriu. Ela sabia que eu continuei usando cocaína o tempo todo depois disso. Era a droga da minha escolha. Não vou dizer que ela aceitou, pois seria a palavra errada. Tolerar seria a melhor palavra para se usar".

O ex-jogador ainda disse ser grato à Kardashian por ter pausado o processo de divórcio em 2015, durante o período de sua reabilitação. Além disso, a ex-mulher foi quem estava ao seu lado, quando acordou no hospital. "Ela foi a primeira pessoa que vi. Ela me disse 'Olá, Mookah'. Mookah é um nome que a minha mãe me chamava. Ela disse assim para eu saber que não estava morto. Ela desempenhou um papel importantíssimo na recuperação da minha memória, levava fotografias da minha mãe e da minha avó", contou.

LEIA TAMBÉM: LeBron James pede desculpa à esposa e diz que "verdadeiro homem chora"

"Viver sóbrio, sem drogas é uma grande sensação. Estar no momento é importante. Se tivesse consumido coca ontem à noite, você veria um babaca tentando sair correndo daqui agora. Mas você tem aqui o Lamar", finalizou Lamar Odom.