Tamanho do texto

Depois de 19 anos na NBA, todos pelo San Antonio Spurs, Tim Duncan aposenta a camisa 21

Tim Duncan, camisa 21 imortalizada no San Antonio Spurs
NBA/SITE OFICIAL/REPRODUÇÃO
Tim Duncan, camisa 21 imortalizada no San Antonio Spurs

Depois de 19 temporadas na NBA, Tim Duncan aposentou a camisa 21 do San Antonio Spurs. O ex-ala-pivô recebeu uma homenagem do time pelo qual atuou todos os anos, desde que foi draftado em 1997.

Leia mais: Se renovar com o Golden State, Curry poderá receber R$ 673,9 milhões

Na presença dos filhos, a cerimônia aconteceu neste domingo (18), logo depois da vitória do Spurs sobre os New Orleans Pelicans por 113 a 110. A vitória deu ao Spurs o segundo lugar no ranking da conferência oeste, logo atrás do Golden State Warriors. Tim Duncan , de 40 anos, assistiu sua camisa ser erguida e pendurada no pavilhão do AT&T Center, casa do San Antonio.

Como atleta do Spurs, consagrou-se cinco vezes campeão da NBA, ganhando o título em 1999, 2003, 2005, 2007 e 2014. Além disso, foi eleito duas vezes MVP, sigla utilizada para o 'jogador mais valioso' da NBA, Duncan recebeu o prêmio em 2002 e 2003.

Ao aposentar a camisa 21, o número não poderá ser mais utilizado por nenhum outro jogador no San Antonio Spurs. Tim Duncan é o oitavo atleta da história da equipe do Texas a merecer tal feito. Agora, a camisa 21 juntou-se à de outros atletas como James Silas, George Gervin, Johnny Moore e também aos ex-colegas de Duncan David Robinson, Sean Elliott, Avery Johnson e Bruce Bowen.

Leia mais: Leandrinho Barbosa lança aplicativo de relacionamento com fãs

Discursos

"Você era e ainda é um exemplo para pessoas de todas as idades", Sean Elliott, iniciou as homenagens, expondo a humildade e educação do ex-colega de equipe, alegando que Duncan mudou a organização do Spurs para um padrão da NBA. Junto com o homenageado, Elliot foi campeão da liga em 1999.

"Obrigada pelas lições que você nunca tentou dar. Obrigada pela sua amizade", disse o argentino Manu Ginobili, atual camisa 20 do Spurs.

O também jogador Tony Parker ainda fez uma piada sobre a vestimenta do colega. "Você sempre foi o exemplo perfeito para se seguir... Exceto ao modo de vestir", disse Parker, rindo. Na cerimônia, Tim Duncan usava um casaco esportivo, nada de gravatas e roupas formais. Em seguida, Tony Parker elogiou o altruísmo do ex-colega: "Ele sempre quis vencer, mas fora de quadra sempre se importou com os outros", disse.

Leia mais: "Michael Jordan é mais do que apenas um meme", brinca Obama

Coach Pop

Um dos momentos mais emocionantes da noite, foi o discurso do treinador Gregg Popovich, o Coach Pop, que discursou por dez minutos sobre o legado de Tim Duncan no basquete americano.

Dos 19 anos de Duncan na liga, todos foram acompanhados pelo treinador, que dirige o Spurs desde 1996, um ano antes da entrada de Duncan na equipe.

"Eu não quero falar sobre rebotes, pontos ou esse tipo de coisa", iniciou Pop. "Esse indivíduo tornou possível para todos os envolvidos fazer parte dessa cultura e deste programa", disse o dirigente.

"Eu posso dizer honestamente ao senhor e à senhora Duncan, qua já faleceram, que este homem aqui é exatamente a mesma pessoa agora de quando ele entrou pela porta", prestigiou Pop, se referindo aos pais do jogador.

Tim, por sua vez, agradeceu ao técnico do Spurs por ser seu mentor no esporte profissional. "Obrigado treinador Pop por ser mais do que um treinador. Por ser como um pai para mim, obrigado".

Confira as fotos da cerimônia de homenagem:


Agradecimento

"Eu nem sei explicar o quanto significam para mim. Eu tive muito mais de vocês, dos meus companheiros de time, do que eles podem explicar que tiveram de mim. Para todos os fãs, para todos de San Antonio... Meu muito obrigado. O amor e o suporte são indescritíveis", disse Tim Duncan.

    Leia tudo sobre: NBA