Hamilton
Reprodução/Twitter
Britânico venceu mais uma vez no circuito de Silverstone

Foi com um pouco mais de emoção do que se poderia imaginar, principalmente na volta final, mas o  britânico Lewis Hamilton conseguiu garantir a vitória no GP da Inglaterra na manhã deste domingo (2), a 87ª na carreira, sendo sete delas em solo inglês. Com o resultado, o atual campeão se aproxima cada vez mais do recorde do alemão Michale Schumacher, que somou 91.

Apesar do resultado positivo, a Mercedes quase deixa Hamilton na mão na volta final. Após ver um dos pneus do carro estourar, ele teve que finalizar a corrida com apenas três. Tal sorte não acompanhou seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas , que seguia na segunda posição até passar pelo mesmo problema faltando três voltas. Com mais uma parada nos boxes, acabou despencando para o 11º lugar.

Com isso, quem acabou se dando bem foi o holandês Max  Verstappen , da RBR, e o monegasco Charles Leclerc , da Ferrari, que ganharam as posições no pódio de bandeja, além do próprio Hamilton, que agora leva 30 pontos de vantagem para o companheiro na disputa pelo título.

"Meu coração quase parou na última volta. Não sabia se chegaria à linha de chegada. Eu senti que a vantagem sobre Verstappen estava diminuindo e pisei no acelerador novamente. Nunca tentei nada assim na última volta, quase meu coração parou naquele momento", desabafou Hamilton .

Na sequência da classificação final, apareceram Daniel Ricciardo (Renault), Lando Norris (McLaren), Esteban Ocon (Renault), Pierre Gasly (AlphaTauri), Alexander Albon (RBR), Lance Stroll (Racing Point) e Sebastian Vettel (Ferrari), que terminou em 10º e garantiu mais um ponto na tabela de classificação.

Agora, a temporada 2020 terá pela frente, no próximo final de semana, um Grande Prêmio especial, em comemoração aos 70 anos da categoria. A prova será disputada novamente no circuito de  Silverstone , assim como ocorreu nas duas primeiras rodadas, com GPs consecutivos na Áustria.

    Veja Também

      Mostrar mais