Bottas
Reprodução/Twitter
Finlandês largará na primeira posição do grid neste domingo

Os treinos livres do GP da Áustria pareciam encaminhar um domínio absoluto de Lewis Hamilton. O hexacampeão mundial dominou as três sessões e, em tese, era o favorito para a etapa de classificação. Só em tese. Ele não contava com uma escapada que lhe tirou precisos milésimos e com a bela volta do seu companheiro de Mercedes, Valteri Bottas, que largará na pole position neste domingo (5).

"Eu estava sentindo falta deste sentimento após as classificações, a descarga de adrenalina após andar no limite. Um bom resultado hoje, mas é amanhã que conta", disse o finlandês.

O tempo de Bottas foi de 1m02s939, o que lhe garantiu a terceira pole na Áustria, repetindo o feito de 2017 e 2018, a sua 12ª na carreira, e o recorde de tempo da pista. Max Verstappen, da Red Bull, completa o pódio de largada. Porém, o holandês é o único do top-10 que terá de largar com pneus médios, o que pode ajudar na estratégia da equipe.

Quem também chamou atenção na classificação foi Lando Norris, da McLaren, que ficou em quarto lugar mesmo tendo corrido apenas uma volta — ele teve que entrar nos boxes no Q3 e teve tempo reduzido de pista. Isso não o impediu de conquistar a sua melhor posição de classificação na Fórmula 1.

Quem terá dores de cabeça é a Ferrari , que viu seu carro apresentar desempenho muito abaixo do esperado e sequer colocou seus dois pilotos na última etapa de classificação. Enquanto o monegasco Charles Leclerc largará na sétima colocação, o alemão Sebastian Vettel , que foi eliminado no Q2, começará em 11º.

    Veja Também

      Mostrar mais