Tamanho do texto

O piloto brasileiro afirmou que Schumacher foi o melhor piloto da história e revelou conselho do alemão durante a disputa do título da F1 em 2018

Felipe Massa e Michael Schumacher eram companheiros de Ferrari
Divulgação
Felipe Massa e Michael Schumacher eram companheiros de Ferrari

Companheiro de Michael Schumacher na Ferrari no ano de 2006, o brasileiro Felipe Massa falou em entrevista ao "F1 Insight" sobre sua relação com o piloto alemão, que completou 50 anos nesta quinta-feira (03).

Leia também: Cinco anos após acidente, o que se sabe sobre o estado de saúde de Schumacher?

"Sempre trato Michael como meu professor. Sempre tivemos um relacionamento muito fácil e então era tranquilo para trabalharmos juntos, especialmente depois de 2003, que foi o melhor ano em termos de experiência para mim para voltar à F1. Mas quando sentamos lado a lado na mesma equipe em 2006, correndo juntos, ele me foi muito legal comigo na primeira metade do campeonato. Eu estava aprendendo, progredindo corrida a corrida e na segunda parte da temporada ele estava compartilhando menos informações", comentou Massa sobre o período que correu ao lado de Schumacher .

Quetionado sobre quem é o maior piloto da história da Fórmula 1 , Felipe Massa teve que escolher entre Schumacher e Ayrton Senna, e ficou com o alemão, apesar de acreditar que se o brasileiro não tivesse morrido tão cedo, igualaria os feitos.

"Eu acho que sim (Michael é o maior da história). Definitivamente, não podemos esquecer Ayrton Senna, ele era um piloto incrível. Mas o que aconteceu com ele, definitivamente, tomou alguns números que ele poderia atingir. Porém, Michael conseguiu atingir todos os esses números, talvez de um jeito que o Ayrton também teria conseguido", disse.

Leia também: Vídeo que mostra acidente de Schumacher está com a mulher do ex-piloto alemão

Massa relembrou também um conselho que recebeu de Michael antes da corrida final da temporada de 2008, quando o brasileiro, em seu auge, disputava o título da categoria, mas foi derrotado por Hamilton nos instantes finais.

"Antes da última corrida no Brasil de 2008, ele me disse: "Aproveite, não pense em nada. Entre no carro e aproveite sua corrida. Você pode fazê-lo". E foi o que fiz. Tive uma corrida perfeita, aproveitei. As coisas mudaram no final, mas não por minha culpa e sim por circunstâncias da corrida", concluiu Massa.

Leia também: Jean Todt: "Vi o Grande Prêmio do Brasil na Suíça com Michael Schumacher"

O acidente sofrido por Michael Schumacher completou cinco anos no último dia 29 de dezembro, mas até hoje pouco se sabe sobre seu estado de saúde. Recentemente, sua esposa Corinna afirmou que a família faz tudo o que é humanamente possível para ajudá-lo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.