Tamanho do texto

O jovem piloto francês vai substituir Daniel Ricciardo, que vai trocar a Red Bull pela Renault. Gasly será companheiro de Verstappen

O jovem piloto francês foi anunciado pela Red Bull
Reprodução / Ansa
O jovem piloto francês foi anunciado pela Red Bull

A Red Bull Racing (RBR) anunciou na última segunda-feira (20) que o francês Pierre Gasly , de 22 anos, será seu piloto titular na próxima temporada da Fórmula 1 .

Leia também: Renault anuncia acordo com Ricciardo para a próxima temporada da F1

O jovem francês ocupará o posto deixado por Daniel Ricciardo na Red Bull , que foi anunciado como novo piloto da Renault a partir de 2019. Gasly terá como companheiro de equipe o holandês Max Verstappen.

"Desde que Pierre entrou pela primeira vez em um lugar na Fórmula 1, com a STR, há menos de um ano, ele provou o talento indubitável que a Red Bull cultivou desde o início de sua carreira", disse Christian Horner, diretor da RBR.

Leia também: Assessora de Schumacher desmente que ex-piloto esteja se mudando para Espanha

Nesta temporada, Gasly corre pela escuderia italiana Toro Rosso (STR), que é uma "filial" da Red Bull. O francês está na 13ª colocação do campeonato, com 26 pontos, tendo conseguido um quarto lugar no Grande Prêmio do Bahrein.

"Ser premiado com uma vaga na RBR a partir de 2019 é um sonho que se tornou realidade para mim, estou muito feliz por me juntar a essa equipe top", celebrou Gasly.

Com Ricciardo e Verstappen como seus pilotos, a RBR é terceira colocada no mundial de construtores desta temporada, com 223 pontos.

Saída de Ricciardo surpreendeu a Red Bull

Daniel Ricciardo  trocou a Red Bull pela Renault
Reprodução
Daniel Ricciardo trocou a Red Bull pela Renault

Daniel Ricciardo  havia afirmado durante o Grande Prêmio da Hungria, realizado no último final de semana, que renovaria o contrato com a Red Bull antes do GP da Bélgica, entre os dias 24 e 27 de agosto, mas não foi isso que aconteceu.

Leia também: Fernando Alonso anuncia aposentadoria da Fórmula 1 ao final da temporada

"Nós respeitamos totalmente a decisão de Daniel de deixar a equipe e desejamos a ele tudo de melhor em seu futuro. Gostaríamos de lhe agradecer pela sua dedicação e pelo papel que desempenhou desde que se juntou à equipe em 2014", afirmou o diretor esportivo da Red Bull Racing, Christian Horner, quando questionado sobre a saída de Ricciardo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.