Tamanho do texto

Lewis Hamilton completará a primeira fila ao lado do piloto da Ferrari

Lance

Leclerc arrow-options
Divulgação / Ferrari
GP da Itália: com Q3 inusitado, Leclerc garante sua quarta pole do ano em Monza

Charles Leclerc garantiu a pole para o Grande Prêmio da Itália deste domingo, depois de cravar 1:19.307s na primeira tentativa no Q3, apenas 39 milésimos mais rápido do que Lewis Hamilton, que completará a primeira fila, depois que os pilotos não conseguiram abrir sua última volta rápida no último estágio da qualificação.

Leia também: Pietro Fittipaldi na Fórmula 1 em 2020? Chefe da Haas comenta possibilidade

As duas Renault, de Nico Hulkenberg e Daniel Ricciardo, mostraram um bom ritmo no Q1, mas a sessão foi interrompida com quatro minutos para o final, depois que Sergio Perez parou com problemas em sua RP19. A sessão foi reiniciada, mas Max Verstappen sofreu perda de potência na sequência.

Verstappen, Pierre Gasly e Lando Norris entraram na sessão com penalidades no grid, o que significa que largarão no final do pelotão, independentemente de suas posições na qualificação.

Valtteri Bottas e Sebastian Vettel vão largar na terceira e quarta posição, formando a segundo fila do grid, enquanto Ricciardo e Hulkenberg forma a terceira fila na P5 e P6, respectivamente.

Faltando dois minutos, Hamilton superou Leclerc pela primeira vez em todo o final de semana, com a Mercedes terminando à frente no Q2.

As duas Mercedes ficaram paradas nos boxes durante o início do Q3, com todo mundo indo para a pista, enquanto os pilotos lutavam por espaço no circuito para obter mais vácuo nas voltas rápidas.

Kimi Raikkonen escapou novamente na Parabolica – depois de rodar no molhado TL1 e danificar seu C38 – e trouxe uma bandeira amarela no Q3, terminando nas barreiras.

Leia também: Doria garante que GP do Brasil de Fórmula 1 não vai sair de Interlagos

No final do Q3 uma cena inusitada. Com todos os pilotos juntos tentando obter o vácuo um do outro, o tempo se esgotou para a segunda tentativa e apenas Sainz e Leclerc conseguiram abrir sua última volta rápida no Q3, com o restante cruzando a linha de chegada com o cronômetro já zerado. Com isso, Leclerc conquistou sua quarta pole position do ano.

Sainz e Alexander Albon vão largar em sétimo e oitavo, respectivamente, enquanto Lance Stroll começa em nono, sua primeira participação no Q3 este ano. Kimi Raikkonen completa os dez primeiros.

O Grande Prêmio da Itália acontece neste domingo às 10h10, horário de Brasília.

Confira o grid de largada para o GP da Itália de F-1:

1) Charles Leclerc (Ferrari) 1’19.307
2) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’19.346
3) Valtteri Bottas (Mercedes) 1’19.354
4) Sebastian Vettel (Ferrari) 1’19.457
5) Daniel Ricciardo (Renault) 1’19.839
6) Nico Hülkenberg (Renault) 1’20.049
7) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault) 1’20.455
8) Alexander Albon (Red Bull/Honda)
9) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes)
10) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari)
11) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 1’20.517
12) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) 1’20.615
13) Daniil Kvyat (Toro Rosso/Honda) 1’20.630
14) Romain Grosjean (Haas/Ferrari) 1’20.784
15) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) 1’21.291
16) George Russell (Williams/Mercedes) 1’21.800
17) Robert Kubica (Williams/Mercedes) 1’22.356
18) Lando Norris (McLaren/Renault) 1’21.068
19) Pierre Gasly (Toro Rosso/Honda) 1’21.125
20) Max Verstappen (Red Bull/Honda)