Tamanho do texto

Com início perfeito, atual campeão pulou para a ponta logo na primeira volta, controlou a corrida e ficou com a vitória no milésimo GP da história da F1

Lewis Hamilton comemorando vitória
Reprodução/@F1
Hamilton comemora após vencer o GP da China na madrugada deste domingo

Pista diferente, mesmo cenário. Assim como aconteceu no Grande Prêmio da Austrália, que abriu a temporada 2019 da Fórmula 1 , o piloto da Mercedes que largou na pole position do GP da China foi superado pelo companheiro e acabou na segunda posição. Desta vez, porém, os papéis foram invertidos, com Lewis Hamilton passando o companheiro Vallteri Bottas logo na largada, controlando bem de ponta a ponta e sagrando-se vencedor.

A vitória de Hamilton neste domingo foi ainda mais especial por dois motivos: a garantia de liderança na tabela de classificação do campeonato de pilotos, uma vez que agora tem 68 pontos contra 61 do companheiro de equipe, e a chance de escrever mais uma vez seu nome na história da categoria ao conquistar o GP de número 1.000 da Fórmula 1.

Leia também: relembre como foi o treino classificatório para o GP da China

Ainda sobre o circuito chinês, Sebastian Vettel levou sua Ferrari até a terceira colocação e fechou o pódio. Agora, o alemão soma 37 pontos e ocupa a quarta posição na classificação, dois a menos do que Max Verstappen, da Red Bull, que terminou na quarta colocação neste domingo.

Fechando o Top 10 do circuito chinês, aparecem Charles Leclerc (Ferrari), Pierre Gasly (Red Bull), Daniel Ricciardo (Renault), Sergio Perez (Racing Point), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) e Alexander Albon (Toro Rosso).

O ponto extra pela volta mais rápida ficou com o francês da Red Bull. Sexto colocado na prova, Gasly cravou o tempo de 1m34s742 na 55ª e penúltima volta para garantir um total de nove pontos.

Leia também: Nasceu de novo! Pilota que sofreu acidente assustador sonha ser campeã da F1

A próxima etapa da Fórmula 1 acontece no dia 28 de abril no circuito de Baku, no Azerbaijão. Será apenas a quarta vez que a prova é disputada. Nas três vezes anteriores, três pilotos diferentes ficaram com a vitória: Rosberg em 2016, Ricciardo em 2017 e o próprio  Hamilton em 2017.