Lance

Sem Arnaldo, Tino e Reginaldo Leme: Galvão vê colegas deixarem Globo em reformulação da emissora
reprodução / Globo
Sem Arnaldo, Tino e Reginaldo Leme: Galvão vê colegas deixarem Globo em reformulação da emissora


O narrador Galvão Bueno vem perdendo colegas de transmissão nos últimos anos. Enquanto a Globo segue renovando e reformulando sua cobertura esportiva nos últimos anos, aos 70 anos, Galvão foi um dos poucos nomes que se notabilizou na emissora nas últimas três décadas e que ainda está na ativa. Desde 2018, quatro amigos do locutor já perderam espaço.

A primeira grande saída dos últimos anos foi a do comentarista de arbitragem Arnaldo César Coelho , que deixou a emissora em dezembro de 2018. Eterno companheiro de cabine de Galvão, Arnaldo decidiu se aposentar e Globo decidiu reformular o quadro de analistas com ex-árbitros de futebol. Sem o parceiro de "Bem, Amigos!", Galvão viveria o primeiro estalo das novidades no Esporte do canal.


Menos de um ano depois, em junho de 2019, uma polêmica com o repórter Mauro Naves faria o segundo pilar das transmissões esportivas da Globo deixar o canal e acabar acertando com os canais Fox Sports. Com a saída do jornalista, a Globo precisou reformular a equipe que acompanhava a Seleção Brasileira nos jogos e perdeu um de seus principais nomes.

Você viu?

Outro gigante das transmissões deixou a Globo também em 2019: Reginaldo Leme , após 40 anos no canal, foi deixado pelo canal. Com a temporada da Fórmula 1 acontecendo durante a pandemia em 2020, Galvão ficou impossibilitado de narrar e Reginaldo foi substituído por outros comentaristas. Além disso, ainda está indefinido se a próxima temporada será exibida no canal carioca.

Em fevereiro deste ano, foi a vez do quarto amigo de Galvão deixar o canal. Após 35 anos trabalhando na empresa, Tino Marcos afirmou que irá investir o tempo na família . O jornalista recebeu elogios e homenagens. Um dos memes mais conhecidos das transmissões esportivas da Globo é o "Fala, Tino".

ALÉM DOS QUATRO AMIGOS
A emissora vem reformulando a sua maneira de fazer esporte e as mudanças afetam também o "Esporte Espetacular" - que era conhecido por ter como apresentadores Luís Ernesto Lacombe e Glenda Kozlowski, ambos fora do canal. Depois, a Globo investiu em novos comentaristas e narradores para o SporTV. Sem a Libertadores, F1 e talvez o Campeonato Carioca, o ano de 2021 será marcado por novidades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários