Lance

undefined
Gabriela Brino
Com arbitragem polêmica, Santos vence o Goiás fora de casa


O Santos venceu o Goiás por 3 a 2 na noite deste domingo, na Serrinha, pelo 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Marinho, Jefferson (gol contra) e Marcos Leonardo marcaram pelo Santos, enquanto Vinícius e Victor Andrade pelo time goiano.



NO SUSTO

O jogo mal começou, mas o Goiás estava atento e mostrou que é o dono da casa. A defesa do Santos dormiu, Felipe Jonatan não acompanhou, Alison atrasou e Vinícius Lopes se antecipou.

PÊNALTI

Em uma falha do goleiro Tadeu, Jobson encontrou a oportunidade de aproveitar e dar ótimo passe para Lucas Braga, que sofreu o pênalti. Marinho empatou pelo Santos.

Logo após o gol, Marinho, Kaio Jorge e Pará levantaram as camisas de Sánchez e Raniel. O meia rompeu o ligamento do joelho esquerdo, enquanto o atacante teve uma trombose venosa profunda na perna direita.

ARBITRAGEM QUESTIONÁVEL

Após o gol, um lance de pênalti claro para o Santos: a bola tocou no braço de Sandro na pequena área. O árbitro de vídeo foi acionado, mas o árbitro mandou subir o jogo. O lance foi bem parecido com o um de Alison, contra o
Vasco, em que o VAR interpretou a penalidade.

Na sequência, um lance polêmico de Arthur Gomes, que girou o corpo e deixou o braço, enquanto estava de costas em uma disputa com Edílson. O VAR voltou a ser acionado e o atacante do Peixe foi expulso.

TIME DA VIRADA

Santos retorna para a segunda etapa desconfiado, mas não demora a se recuperar. Antes do relógio marcar dez minutos o Goiás foi surpreendido com ótimo passe de Kaio Jorge ao Pará. O lateral iria cruzar, mas contou com a sorte e a bola desviou em Jefferson. O goleiro não tem chances.

DESVIO VÁLIDO

Santos volta elétrico para a segunda etapa. Kaio Jorge, em grande atuação, recebeu e encontrou Pará, deu o passe na medida. O lateral iria cruzar, mas a bola desviou em Jefferson, que marcou contra.

Minutos mais tarde David Duarte foi expulso devido o segundo cartão amarelo. O Santos estava com vantagem no placar e se empolgou com a saída do goiano.

BASE SEMPRE SALVA

Após algumas tentativas, o Santos encontrou o terceiro com um menino de 17 anos. Marcos Leonardo recebeu ótimo cruzamento de Madson e deixou o seu. O menino da Vila tem poucas oportunidades com Cuca, mas não desapontou.

LEI DO EX EM AÇÃO

Pouco tempo depois Victor Andrade, cria da base do Santos, marcou pelo Goiás. O jovem preferiu não comemorar e pediu silêncio ao banco de reservas.
O jovem voltou a marcar minutos mais tarde, mas teve o gol anulado após impedimento. Vale dizer: Victor fez um golaço.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 3 SANTOS

Data/Horário: 4 de setembro (domingo), 18h15 (de Brasília)
Estádio: Serrinha, em Goiânia-GO
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Cartões amarelos:
GOIÁS: David Duarte, Sandro, Daniel Bessa e Victor Andrade. SANTOS: Cuca, Pará e Marcos Leonardo
Cartões vermelhos: GOIÁS: David Duarte. SANTOS: Arthur Gomes

GOLS:
Goiás: Vinícius, aos 5 minutos do 1T; Victor Andrade, aos 39 minutos do 2T;
Santos: Marinho, aos 18 minutos do 1T, e Jefferson (contra) e Marcos Leonardo, aos 9 e 31 minutos do 2T.

GOIÁS: Tadeu; Edílson (Yago Rocha), David Duarte, Fábio Sanches e Jefferson (Caju); Breno, Sandro (Daniel Oliveira) e Daniel Bessa (Mike); Vinícius, Keko (Victor Andrade) e Rafael Moura - Técnico: Enderson Moreira

SANTOS: João Paulo, Pará, Alison, Luan Peres e Felipe Jonatan (Wagner Leonardo); Diego Pituca, Jobson, Arthur Gomes e Marinho (Marcos Leonardo); Lucas Braga (Jean Mota) e Kaio Jorge (Madson) - Técnico: Cuca

    Veja Também

      Mostrar mais