Tamanho do texto

Após início de jogo equilibrado, time alagoano vence o Ceará por 1 a 0. Veja;

Lance


Ceará x CSA arrow-options
Reprodução/Ceará
Ceará x CSA, no Rei Pelé

Ao menos em caráter provisório, já que a 23ª Rodada do Brasileirão ainda não acabou, o CSA respira fora da zona de rebaixamento contando com dois nomes vitais: Jordi e Carlinhos.

LEIA MAIS: Vasco vence o Athletico-PR e sai aplaudido do São Januário

Diante do Ceará no estádio Rei Pelé, as intervenções do arqueiro e o golaço do lateral definiram o embate que terminou em 1 a 0 na cidade de Maceió. Agora, o time de Argel Fucks está em 16° lugar com 19 unidades e os comandados de Enderson Moreira é o 13° com 22.

QUE COMEÇO, HEIN!

Com sete minutos de jogo, tanto o time alagoano como o cearense tiveram totais condições de abrir a contagem se não fosse a atenção da zaga do Vozão e uma excelente defesa de Jordi pelo Azulino. Enquanto no ataque do CSA Apodi fez o cruzamento para Héctor Bustamante tocar e quase marcar encobrindo o goleiro Lucas França, meio perdido no lance, uma roubada de bola ainda no ataque do Alvinegro por William Oliveira resultou em um chute violento que foi muito bem espalmado pelo goleiro dos anfitriões.

E TOME PRESSÃO

O ambiente favorável e a mobilidade do sistema ofensivo do clube de Maceió estava conseguindo envolver a defesa do Ceará de tal forma que, nos minutos seguintes, os comandados de Argel Fucks criaram outras duas chances claras de marcar que pararam em Lucas França. Na primeira, Jonatan Gómez deu passe ótimo na infiltração de Alecsandro que bateu com o camisa 1 cearense fechando bem o ângulo. Na outra, Apodi apareceu bem novamente do lado esquerdo do ataque e bateu forte de perna esquerda para boa intervenção de Lucas.

LEIA MAIS: Após ter dois gols anulados pelo VAR, Internacional vence a Chapecoense

GOLEIROS SALVADORES

Enquanto Lucas França já tinha sido chamado a trabalhar bastante até então, Jordi teve a mesma função quando, em duas estocadas, o clube de Porangabuçu passou perto de ficar na frente do placar. Leandro Carvalho limpou a marcação e finalizou muito bem de pé direito para defesa providencial do arqueiro onde, na cobrança de escanteio, Lima pegou rebote justamente do corte de soco de Jordi e encheu o pé. Novamente, apareceu o arqueiro alagoano e mandou pela linha de fundo.

Antes do intervalo, ainda deu tempo do goleiro do CSA aparecer de maneira destacada mais uma vez quando Lima fintou pro meio e bateu para intervenção no mais absoluto reflexo de Jordi evitar novamente o grito de gol por parte do Ceará.

PANORAMA REPETIDO

No começo da etapa complementar, o confronto seguia com o time visitante mais consistente no trabalho de bola e rondando com perigo considerável a meta de Jordi enquanto, no ataque, os anfitriões praticamente não conseguiam criar oportunidades onde Alecsandro e Ricardo Bueno incomodasse Lucas França. Foi nesse panorama, aliás, que o Vozão chegou a balançar as redes em finalização de Felippe Cardoso, mas imediatamente a arbitragem invalidou o lance dando impedimento do atacante, além de acertar o travessão em chute cruzado do mesmo Felippe.

EQUILIBROU E APROVEITOU

Quando o Azulão do Mutange "recolocou" o paraguaio Bustamante na partida, explorando o lado esquerdo da defesa cearense, as oportunidades começaram a aparecer e o clima das arquibancadas no Rei Pelé foi ficando cada vez mais empolgante. Mesmo com essa alternativa encontrada, o lance que deu origem a inauguração do placar veio do outro lado onde Carlinhos dominou na entrada da área e surpreendeu a marcação ao cortar para a perna direita e mandar no ângulo oposto de Lucas França, um golaço.

A NOITE É DELE!

Depois do gol marcado, Enderson Moreira aumentou a força de ataque do Alvinegro colocando Wescley e Bergson nas vagas de Leandro Carvalho e Felippe Cardoso, algo que pareceu rapidamente ter efeito no retorno do volume de jogo dos visitantes e voltou novamente os holofotes do jogo para a atuação de Jordi. Em bola rolada para Bergson, o goleiro se esticou todo pra defender no canto esquerdo assim como fez em nova finalização de Lima, assegurando com todos os méritos que a meta do CSA permanecesse invicta.

FICHA TÉCNICA
CSA 1 X 0 CEARÁ

Local: Estádio Rei Pelé, Maceió (AL)
Data e hora: 22/09/2019 - 16h (horário de Brasília)
Árbitros: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Assistentes: Sidmar dos Santos Meuer e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos CBF-MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (CBF-MG)
Cartões amarelos: Jonatan Gómez, Argel Fucks (CSA), Thiago Galhardo, Lima (CEA)
Cartões vermelhos:
Gols: Carlinhos (19'/2°T)

CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo (Jean Cléber, aos 17'/2°T), João Vitor, Jonatan Gómez e Apodi; Bustamante (Bruno Alves, aos 38'/2°T) e Alecsandro (Ricardo Bueno, no intervalo). Técnico: Argel Fucks.

CEARÁ: Lucas França; Cristovam, Valdo, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, William Oliveira (Mateus Gonçalves, aos 37'/2°T), Thiago Galhardo, Lima e Leandro Carvalho (Wescley, aos 26'/2°T); Felippe Cardoso (Bergson, aos 25'/2°T). Técnico: Enderson Moreira.