Go Outside

Monte Everest tem trânsito carregado de alpinistas
Reprodução
Monte Everest tem trânsito carregado de alpinistas

No início desta semana, o alpinista norte-americano Don Cash morreu no Everest horas depois de chegar ao topo. Como relatamos, Cash era uma das cerca de 200 pessoas que foram ao topo do mundo naquele dia, e ele encontrou um engarrafamento no caminho de volta. Quando Cash e seus guias sherpas chegaram ao Hillary Step, foram forçados a esperar sua vez por pelo menos duas horas.

A superlotação no Everest , a maior montanha do planeta, já causou sete mortes na atual temporada. Na foto abaixo, podemos entender melhor como era esse engarrafamento formado por alpinistas .

Leia também: Famosa pelas fotos de biquíni, alpinista morre de hipotermia em Taiwan

Climber Nirmal Purja postou esta foto no Facebook no dia 23 de maio. Ela mostra uma linha densa de escaladores a caminho do Hillary Step e depois do cume.

“Eu cheguei ao Everest às 5h30 e às 15:45, apesar do tráfego pesado (cerca de 320 pessoas)”, escreveu Purja, que atualmente está tentando escalar todos os 14 picos de 8.000 metros nos Himalaias em uma única temporada.

A foto foi rapidamente divulgada por outros usuários de mídias sociais que não acreditavam na imagem, com comentários como “Não posso acreditar que essa foto do Monte Everest 2019 é real, mas aparentemente é”.

Leia também: Alpinista morre no Monte Everest ao cair de uma altura de mais 1 quilômetro

Pode ser a foto mais icônica e atual do Everest desde 2012, quando Ralf Dujmovits capturou outra fila cheia de alpinistas subindo o Lhotse Face.

Não é a primeira evidência de excesso de pessoas visto na montanha nesta temporada. Em 19 de abril, uma foto de alpinistas enfileirados na cascata de gelo de Khumbu também provocou surpresa:

Alan Arnette relatou anteriormente que um número recorde de pessoas está escalando o Everest este ano.

Devido à intensa corrente de ar que paira perto do pico do Everest durante a maior parte do ano, há apenas algumas janelas de tempo, geralmente dois ou três dias no final de maio, quando é melhor para os alpinistas fazerem um esforço para chegar ao topo – forçando muitas expedições irem para o cume ao mesmo tempo.

    Leia tudo sobre: Notícias

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários