CBHb assegura que vai pagar dívida e que handebol brasileiro não será suspenso

Se a entidade não desembolsar primeira parcela do pagamento até o final de novembro, país ficará impedido de disputar competições internacionais

iG São Paulo | - Atualizada às

Getty Images
Seleção masculina se prepara para o Mundial da Espanha após ficar com a prata no Pan de 2011

O Brasil será suspenso de todas as competições internacionais de handebol se a CBHb (Confederação Brasileira de Handebol) não começar a pagar à IHF (Federação Internacional de Handebol) uma dívida de aproximadamente 3,36 milhões de francos suíços (cerca de R$ 7,2 milhões) até o dia 30 de novembro. A punição deixaria a seleção masculina de fora do Mundial da Espanha, que será realizado em janeiro de 2013. A entidade, no entanto, assegura que isso não vai acontecer.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Em contato com o iG , a assessoria da CBHb afirmou que reconhece a dívida – decorrente da organização do Mundial feminino, realizado na cidade de São Paulo em dezembro de 2011 – e que vai quitá-la até 2015. A primeira parcela do pagamento, no valor de R$ 500 mil francos suíços (cerca de R$ 1,075 milhões), deveria ter sido efetuada até o dia 31 de outubro, mas o presidente da entidade, Manoel Luiz Oliveira, pediu à IHF para que o prazo fosse adiado até o final do mês de novembro e foi atendido.

Acesse o blog Espírito Olímpico

Com isso, a Confederação assegurou que a seleção masculina disputará o Mundial da Espanha e que, inclusive, já está se preparando para a competição. Medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011, o time não conseguiu classificação para as Olimpíadas de Londres.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: HandebolCBHbMundial de Handebol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG