Norte-americano, seis vezes medalhista olímpico, denunciou crime falso durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro

A Justiça do Estado do Rio de Janeiro trancou a ação penal contra o nadador norte-americano Ryan Lochte, que havia denunciado um crime falso durante os Jogos Olímpicos de 2016 . No Brasil em agosto do ano passado para competir nas Olimpíadas , o nadador tinha relatado à polícia, naquela época, que fora assaltado com mais três atletas quando voltava de uma festa.

Leia também: Federer derrota Berdych e enfrentará Cilic pelo 8º título em Wimbledon

Mas, de acordo com a Polícia Civil, o grupo de nadadores tinha danificado um posto de gasolina e tentava ocultar o delito. Ryan Lochte e o colega James Feigen foram formalmente acusados de comunicação falsa de crime, mas a defesa dos atletas alegou que a polícia agiu com base em uma entrevista cedida pelo astro norte-americano à emissora oficial dos Jogos NBC. O réu foi formalmente ouvido apenas no dia seguinte.

Ryan Lochte durante as Olímpiadas; ele pediu desculpas por mentir
Divulgação/Rio 2016
Ryan Lochte durante as Olímpiadas; ele pediu desculpas por mentir

Nesta quinta-feira, a 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro aceitou o pedido da defesa e trancou o processo, entendendo que só ocorre crime de comunicação falsa de delito quando a polícia toma medidas a partir da narrativa da suposta vítima - e não quando o depoimento ocorre depois da polícia começar a agir.

Leia também: Marcelo Melo vai à final em Wimbledon e volta à liderança do ranking nas duplas

A decisão ainda não foi publicada. Devido à mentira, o nadador foi penalizado com uma suspensão de 10 meses , que terminou no dia 1 de julho. Abandonado por seus patrocinadores e odiado até mesmo em seu próprio país, que costuma exaltar seus atletas, devido ao incidente, Lochte revelou recentemente que chegou a cogitar o suicídio .

Leia também: Mesmo após derrota, filipino Manny Pacquiao diz que seguirá lutando: "Eu amo esse esporte"

Carreira

Natural de Canandaigua, cidade do Estado de Nova York, Ryan Lochte, hoje com 32 anos, conquistou 12 medalhas olímpicas, sendo seis de ouro (uma em Atenas-2004, duas em Pequim-2008, duas em Londres-2012 e uma no Rio-2016), três de prata e três de bronze. Ele tem ainda 25 medalhas em Campeonatos Mundiais, além de muitas outras em Mundiais de piscina curta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.