Brasileiro não deu folga para o americano e levou a melhor na decisão unânime dos juízes

Demian Maia é realmente o homem mais perigoso do UFC no chão. Apesar de não finalizar Jon Fitch, o brasileiro deu uma aula de luta no solo e não deu nenhuma chance ao americano. Com isso, levou a melhor na decisão unânime dos juízes sob gritos de “jiu-jitsu” da torcida brasileira presente na Mandalay Bay Arena, em Las Vegas.

O que você achou do triunfo de Demian Maia? Opine com outros fãs do UFC

Esta foi a terceira luta de Demian Maia na categoria. Antes, ele já havia superado Dong Hyun Kim e Rick Story no primeiro round e agora se aproxima de uma chance de disputar o cinturão contra Georges St-Pierre.

Veja também: José Aldo dá surra em Edgar e confirma festa brasileira no UFC 156

Pentacampeão mundial de jiu-jitsu, Demian Maia adotou uma estratégia de luta perfeita. Ele partiu direto para as pernas de Fitch e conseguiu derrubar o oponente logo no início. O americano até conseguiu se levantar, mas o brasileiro ficou montado em suas costas durante quase todo o primeiro round.

Demian Maia (topo) tenta imobilizar Jon Fitch
Getty Images
Demian Maia (topo) tenta imobilizar Jon Fitch

Nos assalto seguinte, Demian manteve a pressão. O brasileiro deu duas quedas no oponente e dominou as ações no chão, mas não conseguiu finalizar. O mesmo aconteceu no terceiro round em meio a algumas vaias da torcida pela falta de trocação aberta. Mas no fim, os juízes apontaram o paulista como vencedor sem nenhuma dúvida.

José Aldo defende cinturão contra Frankie Edgar. Veja fotos do UFC 156

Tibau é derrotado antes do casamento

O primeiro brasileiro a subir no octógono foi o veterano Gleison Tibau. Conhecido pelo bom wrestling e jiu-jitsu, o potiguar entrou no octógono pela 18ª vez na carreira em uma data especial: a do seu casamento, marcado para depois do UFC em uma capela próxima à arena. Mas apesar de mostrar persistência e boas quedas, ele acabou superado por Evan Dunham em decisão dividida dos juízes.

“O Even é muito duro. Ele foi melhor no fim dos rounds e isso me custou a luta. Poderia ter tido uma performance melhor no fim, mas fiquei um pouco preguiçoso, pois achava que já tinha vencido os rounds. Perdi a atenção e paguei por isso”, avaliou o brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.