Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Lusitanos do mundo da música foram ao Canindé para festejar

Roberto Leal, autor do hino da Portuguesa, e maestro João Carlos Martins estavam emocionados antes do jogo começar

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A festa ainda do título ainda não está consagrada, mas só a possibilidade do título da Série B ser conquistado pela Portuguesa atrai os ilustres torcedores lusitanos do mundo da música. O maestro João Carlos Martins e o cantor português e também autor do hino da Lusa, Roberto Leal, foram as duas personalidades que circulavam entre um abraço e outro pelos corredores do Canindé nesta noite de terça-feira.

Visivelmente emocionado, João Carlos Martins preferiu falar poucas palavras e afirmou que estava prestes a chorar ao ver sua equipe campeã. Um pouco mais controlado, Roberto Leal chegou a declarar seu amor no sistema de som do estádio e levantou o bom público presente para o jogo diante do Sport.

“É com muito orgulho que vemos a Portuguesa de volta à Série A e se tudo der certo campeã! Para sempre estarei com este time”, disse o autor da famosa canção “Bate o Pé”.

Os minutos que antecediam o jogo, como não poderiam ser diferente, foram e muita movimentação dentro e fora do estádio. O comércio informal “empregou” muito mais vendedores de bebidas e alimentos e também atraiu muitos flanelinhas. Dentro do estádio, os irmãos que trabalham nos andares dos camarotes também comemoravam o crescimento da venda durante a fase boa da Portuguesa.

O gol do Sport que saiu logo no início do 1º tempo, com Montoya, não calou os presentes. Apesar de reclamarem de forma insistente dos erros de seus jogadores e reclamar de qualquer marcação do árbitro Heber Roberto Lopes, os lusitanos aproveitavam todo ataque para tentarem incentivar o time. A fila de crianças, que chegava quase até o meio de campo do Canindé, foi um bom exemplo do grande apoio que o time teve durante a partida.

No intervalo do jogo, aliás, a música da banda Mamonas Assassinas, Vira-Vira, também foi tocada no Canindé, para a diversão dos torcedores.

Leia tudo sobre: portuguesasérie B 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG