Tamanho do texto

Prestes a deixar a Velha Senhora, o goleiro italiano e ídolo da Juventus é alvo de clubes de todas as partes do mundo

Gianluigi Buffon é alvo de clubes de todo o mundo: Europa, Ásia, América do Norte e do Sul
Divulgação/Fifa
Gianluigi Buffon é alvo de clubes de todo o mundo: Europa, Ásia, América do Norte e do Sul

Enquanto a parceria entre Gianluigi Buffon e a Juventus está próxima do fim, o goleiro parece que não vai ficar longe dos gramados por muito tempo. Apesar de ter anunciado sua saída da Velha Senhora após 17 anos na equipe, o italiano já é alvo de grandes clubes, como Paris Saint-Germain e Real Madrid .

Leia também: Buffon anuncia saída da Juventus após 17 anos na equipe: "Fantástica aventura"

De acordo com informações do jornal La Gazzetta dello Sport , tanto o clube da França, quanto o da Espanha já sondaram o goleiro. No PSG , Buffon seria o goleiro titular, entre Alphonse Areola e Kevin Trapp. Já no clube de Fiorentino Pérez, o italiano poderia ser o reserva de Keylor Navas.

Segundo a publicação, há ainda outros dois grandes clubes do continente europeu interessados no arqueiro de 40 anos. O Liverpool cresceu os olhos depois de ver o anúncio de saída do italiano de Turim. Um outro clube que tem interesse em Buffon é o Sporting , de Portugal.

Engana-se ainda quem pensa que é só na Europa que o goleiro é cobiçado. O jornal Gazzetta dello Sport afirma que o ídolo da Juventus ainda recebeu ofertas de clubes dos Estados Unidos e também do futebol chinês. Até o Boca Juniors, da Argentina, teria tentado fazer ofertas ao italiano, que pelo visto, não quer sair do velho continente.

Leia também: Buffon elege Ronaldo como melhor atacante que enfrentou: "Jogador perfeito"

O adeus à Velha Senhora

Gianluigi Buffon vai deixar a Juventus
Reprodução
Gianluigi Buffon vai deixar a Juventus

“Eu gostaria de dizer que é um dia especial para mim, em que chego com muita serenidade e felicidade. Esses sentimentos são graças ao incrível caminho que tive a sorte de dividir com muitas pessoas que realmente gostam de mim, por isso lutei para dar o meu melhor”, afirmou o ídolo da Juventus .

Leia também: Buffon aposta em quatro seleções para o título da Copa do Mundo de 2018

“Sábado (19) será meu último jogo pela Juventus e eu acho que será o melhor jeito de encerrar esta fantástica aventura. Meu medo era de chegar ao fim dela sendo alguém que as pessoas toleravam ou um jogador cujo motor simplesmente parou de funcionar. Posso dizer que não foi assim comigo, e estou orgulhoso do fato de poder expressar talvez não o meu melhor, mas performances que valeram meu nome e o da Juventus”, completou Buffon .

    Leia tudo sobre: futebol