Tamanho do texto

Ídolo da Juventus, goleiro afirmou que jogará sua última partida com a camisa de Turim na última rodada do Campeonato Italiano 2017/2018

Gianluigi Buffon chegou na Juventus em 2011, por 45 milhões de euros
Reprodução
Gianluigi Buffon chegou na Juventus em 2011, por 45 milhões de euros

Gianluigi Buffon anunciou nesta quinta-feira (17), que vai deixar a Juventus depois de 17 anos na equipe. Durante uma coletiva de imprensa em Turim, o goleiro afirmou que vai jogar sua última partida com a camisa da Velha Senhora no próximo sábado (19), contra o Hellas Verona, pela última rodada do Campeonato Italiano .

Leia também: Buffon completa 40 anos e recebe homenagens de companheiros e da Juventus

Aos 40 anos de idade, Buffon chegou à Juventus em 2001, após seis temporadas pelo Parma, clube no qual foi revelado pelas categorias de base. Sua chegada ao time de Turim marcou, na época, a maior transação de um goleiro na história do futebol mundial , por 45 milhões de euros.

“Eu gostaria de dizer que é um dia especial para mim, em que chego com muita serenidade e felicidade. Esses sentimentos são graças ao incrível caminho que tive a sorte de dividir com muitas pessoas que realmente gostam de mim, por isso lutei para dar o meu melhor”, afirmou o ídolo da Juventus.

“Sábado será meu último jogo pela Juventus e eu acho que será o melhor jeito de encerrar esta fantástica aventura. Meu medo era de chegar ao fim dela sendo alguém que as pessoas toleravam ou um jogador cujo motor simplesmente parou de funcionar. Posso dizer que não foi assim comigo, e estou orgulhoso do fato de poder expressar talvez não o meu melhor, mas performances que valeram meu nome e o da Juventus”, completou.

Leia também: Sobrevivente do acidente da Chape, Follmann recebe camisa autografada de Buffon

O futuro, no entanto, ainda é incerto. O goleiro da Azzurra ainda afirmou que vai analisar as propostas. "No final vou seguir o que minha natureza está gritando. Para mim a essência da vida é encontrar um desafio e lutar por esse desafio até o fim", garantiu Buffon.

Andrea Agnelli, presidente da Juventus, agradeceu o goleiro e ainda ressaltou os feitos do capitão da equipe, que vai deixar a faixa para o zagueiro Giorgio Chiellini. "Seus números são loucos, com a Juve ele ganhou 26 troféus, disputou 17 temporadas extraordinárias. Qualquer decisão que ele tomará terá todo o meu apoio", disse o dirigente.

Leia também: Buffon aposta em quatro seleções para o título da Copa do Mundo de 2018

Homenagem da Juventus

No Twitter, a Juventus publicou um vídeo em homenagem ao goleiro ídolo da equipe. "Só podemos dizer uma palavra, capitão . Obrigado. Todos estes anos juntos com você, foram um privilégio", escreveu a Velha Senhora, ao lado da hashtag "único".

Andrea Agnelli, presidente da Juventus, agradeceu Buffon e ainda ressaltou os feitos do capitão da equipe, que vai deixar a faixa para o zagueiro Giorgio Chiellini. "Seus números são loucos, com a Juve ele ganhou 26 troféus, disputou 17 temporadas extraordinárias. Qualquer decisão que ele tomará terá todo o meu apoio", disse o dirigente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.