Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Golaços ofuscam Ronaldinho, e Grêmio vence o Flamengo de virada

Time gaúcho fez quatro gols após levar 2 a 0 e complicou rival carioca na luta pelo título do Brasileiro

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Imagine vaias. Muitas vaias. Um estádio inteiro vaiando. Multiplique por mil. Talvez nem assim seja possível dimensionar o som provocado pela torcida do Grêmio para receber Ronaldinho Gaúcho.

Não adiantou. Alheio à mágoa misturada com raiva dos gremistas, o camisa 10 não só parecia como estava em casa. Ele comandou o que parecia uma vitória certa do Flamengo 11 anos após deixar o Olímpico. Mas...

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

O segundo tempo, com três golaços, foi a redenção do Grêmio que, de virada, venceu por 4 a 2. Comandado pelo camisa 10 menos famoso. Douglas, com um gol, foi o nome do jogo. O resultado complicou o time carioca na luta do título e manteve as chances, pequenas, é verdade, do time gaúcho chegar à Libertadores.

Na próxima rodada, o Flamengo recebe o Cruzeiro. O Grêmio desafia o Atlético-MG.

null

O jogo
Demorou um minuto e 53 segundos para os gremistas perceberem que as vaias e os poucos cartazes que entraram no Olímpico seriam insuficientes para perturbar o antigo ídolo. Na primeira vez em que tocou na bola, Ronaldinho dominou com a direita e, com o calcanhar esquerdo, serviu Júnior César. O lateral esquerdo ficou cara-a-cara com Victor, mas não conseguiu abrir o placar.

Siga o Twitter do iG Grêmio e receba notícias do time em tempo real

Os gremistas se calaram aos três minutos. Ronaldinho bateu falta. Victor espalmou. A bola bateu no travessão e saiu. O alívio mal pode ter sido comemorado. Envolvente, e com Thiago Neves em boa jornada, o time carioca trocava passes, finalizava com naturalidade e não corria riscos.

Douglas, aos 19, faria a primeira conclusão do Grêmio. O lance abriria uma série de chances de gol. Para o Flamengo. Gilberto Silva errou um passe. Thiago Neves conduziu e serviu R10. Este driblou Fernando e só não marcou pois Gilberto Silva o travou.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio ou do Flamengo e comente sobre o jogo

O Grêmio não teria a mesma sorte em outra falha. Rafael Marques escorregou e Deivid bateu na saída de Victor, aos 23. Thiago Neves, aos 35, bateu, a bola desviou em Fernando e entrou. O 2 a 0 murchou o Olímpico. Coube a André Lima, em boa jogada individual, descontar no final do primeiro tempo para devolver a esperança aos gremistas.

O intervalo fez bem. A torcida voltou a gritar “Pilantra” e “Uh, é mercenário”. E Celso Roth sacou Saimon, que não achou Ronaldinho, e apostou em Adilson. Neste caso, Gilberto Silva virou zagueiro.

Twitter do iG Flamengo: Todas as notícias do time

O Grêmio melhorou. Passou a ter mais posse de bola. Gilberto Silva ganhou a maioria das divididas com Ronaldinho. E criou chances. Numa delas, em janelinha em Renato, André Lima empatou. Um golaço cedo. Aos cinco minutos.

Que atordoou o rival. O Flamengo parece ter cansado e não ameaçou mais. Teve sorte, aliás. Escudero não conseguiu virar em duas chances. Em passes de Douglas.

Então, o camisa 10 menos famoso da tarde decidiu o jogo. Recebeu de Mário. Invadiu a área e bateu cruzado: 3 a 2. O Olímpico explodiu. Ainda deu tempo para um golaço tirar o peso de quase 11 anos de mágoa com Ronaldinho. Miralles, aos 38, faria outro golaço. De fora da área, no ângulo: 4 a 2. O suficiente para a torcida trocar as ofensas por gritos de olé...

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 x 2 FLAMENGO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 30 de outubro de 2011, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Bruno Boschilia
Cartões amarelos: Saimon, Douglas, Adilson, Fernando e Bruno Collaço (Grêmio); Júnior César, Ronaldinho Gaúcho e Renato Abreu (Flamengo)

Gols:
GRÊMIO: André Lima, aos 41 minutos do primeiro tempo. André Lima, aos 5 minutos, do segundo tempo. Douglas, aos 34 minutos do segundo tempo. Miralles, aos 38 minutos do segundo tempo.
FLAMENGO: Deivid, aos 23 minutos, e Thiago Neves, aos 35 minutos do primeiro tempo.

GRÊMIO: Victor; Mário, Saimon (Adilson), Rafael Marques e Julio Cesar (Bruno Collaço); Gilberto Silva, Fernando, Marquinhos, Douglas e Escudero (Miralles); André Lima.
Técnico: Celso Roth.

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Alex Silva, Welinton e Júnior César; Aírton (Jael), Thomás (Muralha), Renato e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Diego Maurício).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Futura Press
Gremistas protestam contra Ronaldinho Gaúcho

 

Leia tudo sobre: GrêmioFlamengoBrasileirão 2011Ronaldinho Gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG