Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com dois de Jael, Fla estreia com goleada sobre o Bonsucesso

Com titulares na Bolívia, de olho na Libertadores, reservas não decepcionam e passam fácil pelo tradicional rival

Gazeta |

Enquanto a equipe titular do Flamengo segue na Bolivia se preparando para o jogo contra o Real Potosí, na próxima quarta-feira, pela Libertadores, o time B rubro-negro esteve em campo na estreia da equipe no Carioca, neste sábado, e goleou o Bonsucesso por 4 a 0, no Engenhão.

Confira a tabela do Campeonato Carioca 2012

O atacante Jael, que tem o apelido de "Cruel", foi o autor dos dois primeiros gols do Flamengo. Camacho e Adryan completaram o placar. O resultado deixa a equipe na liderança, com três pontos, do grupo A da Taça Guanabara. O Bonsucesso fica na lanterna momentaneamente.

Na próxima rodada, no próximo sábado, o Flamengo encara o Macaé na cidade do Norte Fluminense, no Moacyrzão. Já o Bonsucesso faz o clássico do subúrbio com o Madureira no Luso-Brasileiro.

O jogo
O jogo começou com o Flamengo administrando o toque de bola e, aos quatro minutos, a primeira polêmica da partida. Após avançar pela esquerda, o meia Bottinelli acabou sendo derrubado pelo lateral Eduardo Ratinho, mas o árbitro Wágner do Nascimento Magalhães nada marcou.

Após o início tranquilo, o Flamengo mostrou um pouco de dificuldade na marcação a partir dos dez minutos e por pouco não tomou o primeiro gol na partida. Em lance individual, o atacante Adriano Magrão passou pelo jovem Frauches e chutou com perigo, a bola acabou passando raspando a trave do goleiro Paulo Victor.

Veja também: Vice de finanças embarca para a Rússia com Vágner Love

Depois da parada técnica, a partida permaneceu morna, mas, de tanto insistir, o Flamengo conseguiu abrir o placar. Aos 27 minutos, o lateral Felipe perdeu a bola para Camacho, que, na cara do goleiro, tocou para Bottinelli, que deixou Jael sozinho para marcar o primeiro gol do jogo.

Três minutos depois, quando a torcida ainda estava comemorando, o atacante Jael conseguiu fazer seu segundo gol na partida. Com a confiança do gol anterior, o atacante cruel chutou de fora da área e ampliou o placar para o rubro-negro.

Leia ainda: Salário de Ronaldinho banca quase o ano inteiro do Potosí

Os dois gols marcados pelo rubro-negro não mudou o ritmo de jogo, que permaneceu lento. Com a vantagem no placar, o Flamengo administrava a partida e tocava a bola com facilidade. Com apenas um atacante, O Bonsucesso não conseguia penetrar na área rubro-negra. Com isso, a equipe do subúrbio tentava o gol através dos chutes de longa distância, sem muito sucesso.

O Flamengo permaneceu administrando a partida no toque de bola, no início do segundo tempo, mas o Bonsucesso foi atrás de um gol. O técnico Gottardo avançou seus jogadores e a equipe visitante levou dois sustos com chutes de longa distância, aos sete com Márcio Goiano, e aos oito com Márcio Guerreiro.

O primeiro lance de perigo do Flamengo na segunda etapa ocorreu aos dez minutos. Após bela tabela entre Camacho e Bottinelli, o gringo soltou uma bomba que por pouco não entrou. Um minuto depois, Diogo respondeu para o Bonsucesso, sem sucesso.

Leia mais: Fla treina posse de bola e Ronaldinho brinca. Assista

Aos 19 minutos outra polêmica. Dois minutos após entrar em campo, o talentoso Thomás avançou com a bola para a área, mas acabou sendo tocado pelo zagueiro rival. O árbitro ignorou o pênalti e penalizou o rubro-negro com o cartão amarelo.

O Flamengo seguia levando perigo ao goleiro do Bonsucesso e abusava de perder gols. Em noite brilhante, o atacante Jael era pego toda hora em posição irregular, mas mostrava estar ligado nas jogadas. Com tranquilidade, a equipe rubro-negra chegou ao terceiro gol, aos 27 minutos, após chute forte do meia Camacho.

Aos 43 minutos, o Flamengo mostrou o valor de sua base. Após jogada do recém-chegado Magal, o jovem promissor Adryan pegou de primeira e fechou o caixão do Bonsuça. Com a fatura liquidada, a torcida rubro-negra aproveitou os minutos finais para cutucar o ex-meia Thiago Neves, que se transferiu para o rival Fluminense, e dar apoio ao novo xodó Bottinelli, gritando seu nome.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO 4 x 0 BONSUCESSO
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de janeiro de 2012
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wágner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia e Diogo Carvalho Silva
Público pagante: 4.246
Cartões amarelos: Maldonado, Frauches, Thomás, Bottinelli (Flamengo); Diogo, Admilton (Bonsucesso)
Gols: Flamengo: Jael, aos 27 e 30 do 1º tempo; Camacho, aos 27 do 2º tempo, Adryan, aos 43 do 2º tempo

FLAMENGO: Paulo Victor, João Felipe (Digão), Marllon, Frauches e Magal; Maldonado, João Vitor, Camacho (Adryan), Bottinelli; Lucas (Thomás) e Jael
Técnico: Antônio Lopes Júnior

BONSUCESSO: Saulo, Eduardo Ratinho (Felipe) (Dráuzio), Admilton, Gomes e Diego; Bruno Ferreira, Marcio Guerreiro, Palermo e Marco Goiano (Jefferson); Diogo e Adriano Magrão
Técnico: Wilson Gottardo

Leia tudo sobre: FlamengoBonsucessoCampeonato Carioca 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG