Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo 1 x 1 Flamengo: Empate tem gosto amargo para os dois

Resultado do clássico deixa os times mais distantes da liderança do Campeonato Brasileiro

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

null

Num clássico cercado de escritas, todas continuam valendo. Botafogo e Flamengo empataram em 1 a 1, neste domingo, no Engenhão, com gols de Loco Abreu e Jael, pela 24 rodada do Campeonato Brasileiro, e ficaram ainda mais distantes da liderança da competição, que agora é do Vasco, somando 37 e 41 pontos, respectivamente.

Com o resultado, o Flamengo segue nove jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro e o Botafogo ainda sem conseguir uma vitória sobre o rival no Engenhão. Os dois times voltam a jogar na próxima rodada fora de casa contra Atlético-MG e Grêmio, respectivamente, quarta-feira e quinta-feira.

Refém da má fase de alguns de seus principais jogadores, o Flamengo mostrava enorme dificuldade para se encontrar como time. O Botafogo, mais bem organizado, conseguia tocar a bola e envolver seus marcadores, mesmo com o desfalque de Elkeson, que estava suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo.

Depois de algumas jogadas de perigo dos dois lados, o Botafogo começou a dominar o jogo. Aos 15 minutos, Herrera acertou uma bicicleta da entrada da área, obrigando Felipe a fazer grande defesa. Na cobrança rápida de escanteio, Maicosuel chutou de fora da área e quase surpreendeu o goleiro do Flamengo, que novamente defendeu.

A pressão continuou. Aos 17, Welinton quase fez um gol contra ao tentar rebater um cruzamento de Cortês. Até que, aos 25, Loco Abreu subiu bem mais do que Alex Silva e completou de cabeça um cruzamento de Lucas para abrir o placar e levar a torcida do Botafogo à loucura.

O Flamengo não conseguiu responder à altura. Thiago Neves chutou duas vezes muito longe do gol e o lance mais perigoso do time no primeiro tempo terminou em uma bicicleta ridícula de Deivid, defendida com extrema facilidade por Jefferson.

Depois da bisonha jogada, sobrou para o atacante, que foi substituído por Jael no intervalo, numa tentativa do técnico Vanderlei Luxemburgo de dar mais presença de área ao time do Flamengo. Logo aos quatro minutos, ele recebeu de Leonardo Moura, driblou dois marcadores e empatou o clássico.

AE
Ronaldinho Gaúcho foi marcado de perto pelo volante Marcelo Mattos
A pressão mudou de lado. Aos seis, Ronaldinho Gaúcho obrigou Jefferson a trabalhar. Na cobrança de escanteio, o craque quase fez um gol olímpico, com Renato salvando o Botafogo. O Flamengo passou a viver de cruzamentos para a área, mas sem conseguir finalizar com perigo.

O Botafogo se reencontrou. Renato fez grande jogada e chutou cruzado para boa defesa de Felipe. Na sequência, Cortês cruzou para Loco Abreu, que jogou por cima uma grande chance de colocar o time na frente, aos 17. Caio Júnior, então substituiu Herrera por Everton para abrir mais o jogo.

O jogo passou a ficar mais amarrado. Aos 23, numa cobrança de falta do Flamengo pelo lado direito, a bola sobrou a Renato, livre, na marca do pênalti, chutar, mas parar numa defesa sensacional de Jefferson, num duelo de jogadores que participaram do último jogo da seleção brasileira contra a Argentina.

Fábio Ferreira, aos 39, quase marcou em bonita cabeçada, defendida por Felipe no canto direito. Os dois times buscaram o gol até o último minuto, mas não tiveram sucesso e a as torcidas saíram de campo lamentando um empate, que não foi bom para ninguém.

FICHA TÉCNICA – BOTAFOGO 1 x 1 FLAMENGO

Local: Engenhão, no Rio de Janeiro
Data: 18 de setembro de 2011, domingo
Horário: 16h
Árbitro: Pericles Bassols (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa e Rodrigo Pereira Jóia (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Renato, Marcelo Mattos (Botafogo), Alex Silva, Aírton, Renato (Flamengo)
Público: 20.805 pagantes
Renda: R$ 600.495,00

GOLS
Botafogo: Loco Abreu, aos 25 minutos do primeiro tempo
Flamengo: Jael, aos quatro minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Felipe Menezes (Lucas Zen) e Maicosuel (Cidinho); Herrera (Everton) e Loco Abreu
Técnico: Caio Júnior

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Alex Silva, Welinton e Júnior César; Aírton (Maldonado), Willians, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Jael)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo 

Leia tudo sobre: FlamengoBotafogoBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG