Flamengo vence o Goiás no Serra Dourada e fica bem perto da final

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Gols de Paulinho e Chicão colocaram os cariocas em vantagem na semifinal da Copa do Brasil

O Flamengo não se intimidou com o fato de jogar no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), na noite desta quarta-feira, e derrotou o Goiás por 2 a 1 pelo confronto de ida das semifinais da Copa do Brasil. Com o resultado os flamenguistas deram um grande passo rumo à decisão, já que podem perder até por 1 a 0 na próxuma quarta-feira, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), que mesmo assim estarão classificados. Isso porque os gols anotados como visitante valem como critério de desempate.

Rafaela Felicciano/Agência Eleven/Gazeta Press
Paulinho abre o placar para o Flamengo no Serra Dourada


Diante deste cenário, ao Goiás, que jogou desfalcado do atacante Walter, resta devolver o 2 a 1 e forçar os pênaltis, ou ganhar por dois ou mais gols de vantagem. Triunfo por um gol de diferença também serve aos goianos, mas a partir de 3 a 2. Paulinho e Chicão marcaram os gols dos cariocas, enquanto que Vítor descontou. O classificado vai duelar com o vencedor do encontro entre Atlético-PR e Grêmio. Nesta quarta, no Paraná, o Furacão ganhou por 1 a 0.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Copa do Brasil

O jogo

Com o gramado muito molhado por conta das chuvas, as duas equipes preferiram se estudar no início do confronto. Tanto que a primeira intervenção de um goleiro aconteceu apenas aos dez minutos, quando Carlos Eduardo cruzou, Wallace cabeceou e Renan defendeu sem dificuldades, defendeu.

O jogo só começou a pegar fogo a partir dos 25 minutos, quando o Flamengo abriu o placar. André Santos acionou Paulinho na área. O atacante deu um belo drible em Rorigo e chutou na saída de Renan.

Depois disso o que se viu foi uma forte pressão do Goiás, que quase empatou aos trinta minutos, quando Roni recebeu na área e chutou na rede pelo lado de fora. Dois minutos depois foi a vez de o goleiro Paulo Victor salvar o Flamengo. Eduardo Sasha recebeu na área, matou no peito e soltou a bomba para a defesa do arqueiro flamenguista.

De tanto insistir o Goiás chegou ao empate aos 38 minutos. Júnior Viçosa se aproveitou de uma saída errada de bola de Elias, acionou Vítor pela direita e o lateral chutou no canto de Paulo Victor. Porém nem deu muito tempo para comemorar, pois dois minutos depois os cariocas voltaram a ficar em vantagem no marcador. Hernane foi derrubado na entrada da área e Chicão cobrou falta com perfeição, colocando a bola no canto direito de Renan: 2 a 1.

Na volta para o segundo tempo o Goiás esteve mais presente no campo de ataque. Aos seis minutos William Matheus cruzou, Rodrigo dominou no peito, mas chutou sobre o gol. Dois minutos depois foi a vez de Junior Viçosa tentar uma bicicleta e forçar a defesa de Paulo Victor.

Porém, com o passar do tempo, demonstrando grande cansaço, o Flamengo foi perdendo sua força de contra-ataque, mas se manteve firme atrás, diminuindo ainda mais os espaços do Goiás, que tinha grande dificuldade de criação. Tanto que o time só voltou a assustar aos 32 minutos, quando Paulo cruzou e William Matheus cabeceou para fora. No minuto seguinte, porém, Paulo aproveitou rebote e chutou raspando a trave esquerda do goleiro.

No fim o Goiás aumentou a pressão e assustou bastante. Aos 39 Welinton Junior chutou de fora da área e a bola raspou a trave de Paulo Victor. Dois minutos depois Welinton Junior recebeu cruzamento de William Matheus e escorou para fora, desperdiçando a chance do empate.

Antes do jogo da volta as duas equipes voltam a campo no domingo pelo Campeonato Brasileiro. O Goiás, novamente no Serra Dourada, recebe o Botafogo às 17h(de Brasília). Um pouco mais tarde, às 19h30(de Brasília), o Flamengo encara o Fluminense em clássico carioca no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 2 FLAMENGO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 30 de outubro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Bruno Boschilla (PR)
Cartões Amarelos: Hugo (Goiás) e Chicão (Flamengo)
Gols: GOIÁS: Vitor, aos 38 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Paulinho, aos 25, e Chicão, aos 41 minutos do primeiro tempo

GOIÁS: Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Thiago Mendes, David, Eduardo Sasha (Welinton), Hugo e Roni (Renan Oliveira); Júnior Viçosa (Paulo)
Técnico: Enderson Moreira

FLAMENGO: Paulo Victor; Léo Moura, Wallace, Chicão e André Santos; Amaral, Luiz Antônio, Elias e Carlos Eduardo (Diego Silva); Paulinho (Gabriel) e Hernane (Nixon)
Técnico: Jayme de Almeida

Leia tudo sobre: flamengogoiascopa do brasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas