Douglas, em cobrança de pênalti, e Fahel, de cabeça, anotaram os gols do confronto disputado no estádio do Pacaembu

Ameaçado pelo rebaixamento à segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Bahia voltou a pontuar depois de três derrotas seguidas. No início da noite deste sábado, diante de um Corinthians remendado, a equipe saiu atrás no marcador, mas conseguiu arrancar o empate por 1 a 1 ainda no primeiro tempo. Douglas, em cobrança de pênalti, e Fahel, de cabeça, anotaram os gols do confronto.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O resultado, no entanto, deixa a equipe de Salvador próxima da zona de descenso, agora com 36 pontos ganhos. O time comandado pelo técnico Tite, por sua vez, atinge a marca de 44 e se vê cada vez mais tranquilo na classificação da competição nacional.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Ambos voltam a campo no próximo sábado. O Corinthians permanece na capital paulista para receber o Vasco, no Pacaembu, e o Bahia volta ao Pituaçu, onde terá pela frente o Grêmio.

Romarinho tenta passar pela marcação do Bahia
Marca Brasil
Romarinho tenta passar pela marcação do Bahia

O jogo

O time paulista não tinha Emerson, ainda em recuperação de estiramento no joelho direito, além de Alessandro, Fábio Santos e Ralf, que voltaram há pouco de folga e agora fazem reforçomuscular. Paulo André e Danilo, da mesma forma, foram preservados pela última vez.

Por outro lado, voltava a contar com o argentino Martínez e o peruano Guerrero, que retornavam de suas respectivas seleções. Jorge Henrique, liberado clinicamente, começou o jogo no banco de reservas, enquanto Anderson Polga e Denner faziam a estreia como titular.

A escalação diferente, com desfalques e testes, fazia parte do planejamento da comissão técnica. A partir da próxima rodada, a não ser pelos atletas entregues ao departamento médico, o Corinthians terá força máxima com o intuito de se preparar para a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão.

Só não estava programado perder peças tão cedo. Com 12 minutos, Tite já havia queimado duas alterações: Denner e Wallace se machucaram e deram lugar a Welder e Felipe. No meio tempo entre as substituições, porém, o placar já havia sido inaugurado, em pênalti sofrido por Guilherme e convertido por Douglas.

O Corinthians então reteve a bola no campo ofensivo e preocupou Marcelo Lomba mais vezes. Na primeira delas, Polga subiu ao ataque, dividiu de cabeça e viu a bola passar acima do travessão. Mais tarde, Martínez recebeu sozinho, acertou um peixinho à queima-roupa e viu o goleiro do Bahia fazer grande defesa para impedir o segundo gol.

Jogadores do Bahia celebram gol no Pacembu
Marca Brasil
Jogadores do Bahia celebram gol no Pacembu

Os desperdícios puniram os donos da casa. Aos 32 minutos, em falta cobrada pela meia esquerda, Fahel subiu de cabeça e mandou a bola no canto direito de Cássio. O goleiro corintiano não vinha tendo atuação muito segura, soltando cruzamentos e repondo mal a bola, mas não teve culpa no lance do empate.

Na volta do intervalo, o Corinthians continuou melhor. Logo aos dois minutos, Martínez saiu na cara do gol, mas se atrapalhou e foi desarmado. Sete minutos depois, Guerrero ficou com sobra em bela defesa de Lomba e empurrou para a rede, porém o gol não foi validado porque o assistente apontou impedimento do peruano.

Em busca da vitória, o técnico Jorginho sacou o volante Kleberson para colocar Zé Roberto, que por pouco não desempatou assim que entrou em campo. Após cruzamento de Diones pelo lado direito, ele se atirou em direção à bola, mas não conseguiu o desvio.

A pressão sobre o Bahia aumentou ainda mais depois que o placar do Pacaembu anunciou vitória parcial do Palmeiras, seu concorrente direto na luta contra o rebaixamento. O time visitante então foi para cima, mas acabou sendo mais assustado pelos contragolpes. No fim, além de justo, o empate saiu de bom tamanho.

Confira as fotos dos jogos deste sábado:


FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 BAHIA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 20 de outubro de 2012 (sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro : Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Guilherme Dias Camilo (ambos de Fifa-MG)
Cartões amarelos: Guerrero, Anderson Polga (Corinthians); Fahel, Danny Morais, Titi (Bahia)

Gols: CORINTHIANS: Douglas, aos 11 minutos do primeiro tempo
BAHIA: Fahel, aos 32 minutos do primeiro tempo

Público: 20.250 pagantes
Renda: R$ 550.820,12

CORINTHIANS: Cássio; Edenílson; Anderson Polga, Wallace (Felipe) e Denner (Welder); Guilherme Andrade, Guilherme e Douglas (Jorge Henrique); Romarinho, Guerrero e Martínez
Técnico: Tite

BAHIA: Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Morais e Jussandro; Fahel, Fabinho, Diones (Victor) e Kleberson (Zé Roberto); Gabriel e Elias (Rafael)
Técnico: Jorginho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.