Tamanho do texto

Brasileiras levaram a melhor sobre as mexicanas por 3 sets a 1, em Nagoya, no Japão. Time voltará à quadra na próxima quarta-feira diante da Holanda

Seleção brasileira feminina de vôlei venceu o México no Mundial
FIVB/Divulgação
Seleção brasileira feminina de vôlei venceu o México no Mundial

Depois de perder da Alemanha  na estreia da segunda fase do Mundial, a seleção brasileira feminina de vôlei conseguiu a quinta vitória na competição que está sendo disputada no Japão.

Na madrugada desta segunda-feira, a seleção brasileira feminina de vôlei venceu, de virada, o México por 3 sets a 1 (23/25, 25/23, 25/13 e 25/19), em 1h55 de jogo, na cidade de Nagoya. A equipe do treinador José Roberto Guimarães luta pelo título inédito da competição.

O Brasil voltará à quadra à 1h25 desta quarta-feira (10.10) contra a Holanda.

Na classificação geral do grupo E, as brasileiras aparecem em terceiro lugar, com 16 pontos (cinco resultados positivos e dois negativos). A Sérvia lidera, com 21 pontos (sem perder sets) e a Holanda está na segunda posição, com 20 pontos - também ainda sem resultado negativo.

O Japão, no momento, é o quarto colocado, com 15 pontos (cinco vitórias e uma derrota), mas duela com Porto Rico ainda nesta segunda-feira. Os três primeiros de cada grupo passarão para a terceira fase da competição.

A oposta Tandara foi a maior pontuadora do confronto, com 25 pontos. As ponteiras Gabi e Drussyla, com 15 e 14 pontos cada, também se destacaram no confronto. Pelo lado do México, a atacante Rangel marcou 23 pontos.

Ao final do duelo, o treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da atuação das brasileiras contra o México.

Seleção brasileira feminina de vôlei venceu o México no Mundial
FIVB/Divulgação
Seleção brasileira feminina de vôlei venceu o México no Mundial

"O começo do jogo foi reflexo da partida de ontem com o time querendo muito, mas sem tranquilidade para executar os movimentos. O equilíbrio faltou no começo da partida, mas com a entrada da Drussyla tudo se acalmou e a equipe se ajustou durante o confronto", disse o comandante.

"O México tem jogadoras interessantes com três saques viagens que nos incomodaram e um ataque forte arriscando tudo. Foi um bom jogo porque nosso time teve que correr atrás do resultado o tempo inteiro”, explicou José Roberto Guimarães, que ainda falou da expectativa para o próximo duelo das brasileiras.

Leia também: Experiente, Thaisa destaca preparação para Mundial: "Importante não parar"

"A Holanda é um time que ganhou jogos importantes contra a Alemanha e o Japão. Elas têm jogado bem e o ponto de força tem sido a Sloetjes (oposta) que tem apresentado um voleibol de altíssimo nível, assim como a Anne (ponteira) que ajuda muito o time e a Belien (central) que vem bem. É uma equipe que está coesa e tem apresentado um bom voleibol. Esse resultado contra a Holanda é fundamental para o nosso grupo", disse.

Um dos destaques do grupo brasileiro contra o México, a ponteira Drussyla falou da emoção de disputar seu primeiro Mundial adulto.

"Acredito que a nossa atitude no jogo de hoje foi muito importante. Revertemos uma situação difícil no início da partida para conseguirmos a vitória. Nenhum jogo nesse Mundial será fácil. Sei do meu papel no grupo e estou realizando o sonho de jogar essa competição. Espero ajudar o Brasil da melhorar maneira possível", afirmou a atleta.

A partida começou equilibrada. Bem no bloqueio, o México fez 7/5. Se aproveitando dos erros das brasileiras, o México abriu quatro pontos (11/7). O time mexicano manteve a vantagem no placar e foi para a segunda parada técnica vencendo por 16/12. As mexicanas fizeram um ponto de saque e abriram cinco pontos (18/13). O Brasil cresceu de produção e encostou no placar (21/20). O México segurou a reação do time verde e amarelo e levou a melhor no primeiro set por 25/23.

Seleção brasileira feminina de vôlei venceu o México no Mundial
FIVB/Divulgação
Seleção brasileira feminina de vôlei venceu o México no Mundial

O Brasil fez o primeiro ponto do segundo set. A parcial também iniciou equilibrada. O México tinha um de vantagem no primeiro tempo técnico (8/7). Bem no bloqueio, o time verde e amarelo abriu dois pontos (12/10). As brasileiras foram para o segundo tempo técnico vencendo por 16/13. A ponteira Drussyla fez um ponto de ataque e o time verde e amarelo manteve a vantagem no marcador (18/16). O Brasil segurou a vantagem até o final e venceu o segundo set por 25/23.

O terceiro set também começou equilibrado. Bem nos contra-ataques, o México abriu dois pontos (5/3). O Brasil cresceu de produção e fez oito pontos seguidos (11/5). A ponteira Drussyla se destacava no ataque e as brasileiras fizeram 17/8. Quando o Brasil chegou a 10 pontos de vantagem no placar (19/9), o treinador do México pediu tempo. O Brasil dominou a parcial até o final e venceu o terceiro set por 25/13.

Leia também: Duda é eleita melhor atleta do mundo no vôlei de praia e quebra recorde

O Brasil iniciou melhor no segundo set e fez 5/3. A oposta Tandara conseguiu um ponto de largada e o Brasil manteve três pontos de vantagem no placar (12/9). O Brasil foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/14. As brasileiras abriram quatro pontos no placar (20/16) e o técnico do México pediu tempo. A  seleção brasileira feminina de vôlei segurou a vantagem até o final e venceu o quarto set por 25/19 e o jogo por 3 sets a 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.