Tamanho do texto

Com 25 pontos de Tandara, brasileiras superaram as turcas por 3 sets a 1, na Turquia, e começam primeira fase da competição de vôlei com vitória

A seleção brasileira feminina de vôlei acabou com a invencibilidade da Turquia na Liga das Nações . Nesta terça-feira, a equipe do treinador José Roberto Guimarães venceu as turcas por 3 sets a 1 (25/17, 25/19, 23/25 e 25/21), em Ancara. Foi a terceira vitória consecutiva do time verde e amarelo na competição. Também pelo grupo das brasileiras, a República Dominicana superou a Argentina por 3 sets a 0 (26/24, 26/24 e 25/19).

Leia também: Brasil derrota Sérvia no último jogo em casa na Liga das Nações de vôlei

Seleção brasileira feminina de vôlei comemora ponto
Divulgação/FIVB
Seleção brasileira feminina de vôlei comemora ponto

O Brasil voltará à quadra às 8h desta quarta-feira contra a Argentina. Com a vitória sobre a Turquia, as brasileiras subiram para quinta colocação na classificação geral, com nove pontos (três resultados positivos e um negativo). A Holanda, única invicta, lidera, com 11 pontos, seguida pelos Estados Unidos, com 10, Sérvia, com nove e Rússia, também com nove.

A oposta Tandara foi a maior pontuadora do confronto, com 25 pontos (22 de ataque, dois de bloqueio e um de saque). As ponteiras Drussyla, com 16, e Amanda, com 11, também se destacaram para o time verde e amarelo. Pelo lado da Turquia, a central Eda foi quem mais pontuou, com 14 acertos.

Ao final do duelo, a campeã olímpica Tandara comentou sobre a vitória e ressaltou a recuperação das brasileiras no quarto set.

“Hoje foi uma vitória importante. Os jogos contra a Turquia são sempre muito difíceis. Nós conseguimos ter uma margem no placar nos dois primeiros sets, mas no terceiro deixamos elas abrirem e não conseguimos buscar a diferença. No quarto, voltamos a jogar bem e conquistamos esses três pontos que são fundamentais na nossa busca pela fase final”, disse Tandara.

Leia também: No Super Set, Dentil/Praia Clube conquista título inédito da Superliga feminina

O jogo

Amanda no ataque
Divulgação/FIVB
Amanda no ataque

Bem no saque, o Brasil fez 4/1 no início do primeiro set. A Turquia cresceu de produção e empatou (6/6). O time verde e amarelo fez quatro pontos seguidos e o treinador da Turquia, Guidetti, pediu tempo (10/6). Bem nos contra-ataques, a equipe verde e amarelo foi para o segundo tempo técnico com sete de vantagem (16/9). O Brasil segurou a vantagem até o final da parcial e venceu o primeiro set por 25/17.

O Brasil fez os dois primeiros pontos do segundo set. Numa boa sequência de saques da oposta Tandara, o time verde e amarelo aumentou a vantagem no placar para quatro pontos (8/4). Bem no bloqueio e no saque, a Turquia encostou (12/11). Neste momento, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O set ficou equilibrado e as brasileiras tinham dois de vantagem no segundo tempo técnico (16/14). A Turquia igualou o marcador (18/18). Com Drussyla bem nos contra-ataques, as visitantes voltaram a abrir dois pontos (20/18). O Brasil dominou a parte final da segunda parcial e levou a melhor no set por 25/19.

A Turquia começou melhor o terceiro set e fez 8/4. O time do treinador José Roberto Guimarães cresceu de produção e encostou (10/9). Liderados pela levantadora Macris e a oposta Monique, as visitantes foram para o segundo tempo técnico com um de vantagem (16/15). A Turquia foi melhor no final da parcial e venceu o terceiro set por 25/23.

Leia também: Tandara se torna a maior pontuadora em uma temporada da Superliga de vôlei

O quarto set iniciou equilibrado (5/5). Se aproveitando dos erros da Turquia, o time verde e amarelo abriu dois pontos (10/8). Bem no bloqueio e com volume de jogo, o Brasil aumentou a vantagem no placar para quatro pontos (14/10). A equipe do treinador José Roberto Guimarães segurou uma reação da Turquia e venceu o set por 25/21 e o jogo por 3 sets a 1.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.