Tamanho do texto

Os tenistas número 1 e 2 do mundo marcaram uma partida exibição no país. A Arábia Saudita está sendo acusada de planejar a morte de um jornalista

Anistia Internacional criticou evento de Nadal e Djokovic na Arábia Saudita
Reprodução/ Twitter
Anistia Internacional criticou evento de Nadal e Djokovic na Arábia Saudita

A partida de exibição entre Rafael Nadal e Novak Djokovic na Arábia Saudita não teve boa repercussão mundial. A Anistia Internacional, ONG que defende os direitos humanos pelo mundo, advertiu os tenistas pelo jogo marcado para o próximo dia 22 de dezembro no país árabe.

Recentemente acusada de arquitetar a morte do jornalista de oposição Jamal Khashoggi , a Arábia Saudita é constantemente criticada por violação dos direitos humanos, defendidos pela Anistia Internacional , e pelo modo como as mulheres são tratadas.

Segundo a Anistia Internacional os jogadores podem ter sua imagem associada ao regime de opressão e, por isso, foram aconselhados a usar sua popularidade pelos direitos humanos. “Depende apenas deles escolher onde fazem seus jogos de exibição, mas se vão para a Arábia Saudita, gostaríamos de vê-los lutar pelos direitos humanos e não contribuir para limpar a imagem do regime”.

Porta-voz da ONG, Allan Hogarth disse ao site inglês The Times que o governo da Arábia Saudita está empenhado em usar o potencial do esporte para sutilmente ‘reconstruir a imagem’ do país. Outros jornais como o The Guardian e o site americano Deadspin também criticaram a posição dos tenistas.

A seleção brasileira de futebol  realizou dois amistosos na última semana em terras sauditas, contra a seleção do país e contra a Argentina, na disputa do superclássico. A decisão da CBF de participar de eventos esportivos no país rendeu duras críticas de ativistas e de ex-jogadores.

Leia também:  Retorno de Neymar ao Barcelona é aprovado por torcedores e jogadores

Assim como a Anistia Internacional, ativistas e famosos protestaram contra jogo da seleção no país
Pedro Martins / MoWA Press
Assim como a Anistia Internacional, ativistas e famosos protestaram contra jogo da seleção no país

Ex-atacante da França, Eric Cantona chegou a publicar em seu Instagram um vídeo com dura crítica aos brasileiros. “Quando vejo a Seleção Brasileira aceitar jogar um amistoso na Arábia Saudita – por muito dinheiro, tenho certeza –, consigo entender por que milhões de brasileiros estão dispostos a votar em Bolsonaro”, disse Cantona.

Questionado sobre a polêmica sobre as partidas, o capitão da seleção brasileira Neymar se manifestou. “É difícil falar sobre algo que não tenho domínio. Viemos aqui para jogar futebol e não estamos sabendo de nada”, disse Neymar.

Leia também:  Brasil encerra participação nos Jogos Olímpicos da Juventude com 15 medalhas

Voltando às quadras, Nadal e Djokovic não se manifestaram sobre o protesto da Anistia Internacional .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.