Tamanho do texto

Suíço continua perfeito no 1º Grand Slam do ano e está entre os quatro melhores pela 14ª vez em 15 anos; próximo adversário será algoz de Djokovic

O suíço Roger Federer está na semifinal do Aberto da Austrália pela 14ª vez na carreira. O atual número 2 do mundo derrotou, pela oitava vez seguida, Thomas Berdych , por 3 sets a 0, com parciais de 7-6 (7-1), 6-3 e 6-4, em duas horas e 14 minutos, e irá disputar uma vaga na decisão do primeiro Grand Slam do ano contra o sul-coreano algoz de Djokovic, Hyeon Chung .

Leia também: Nadal desiste no 5º set; Melo e Kubot caem nas quartas do Aberto da Austrália

Roger Federer venceu Berdych e se garantiu na semifinal do Aberto da Austrália pela 14ª vez em 15 anos
Reprodução/Twitter/AusOpen
Roger Federer venceu Berdych e se garantiu na semifinal do Aberto da Austrália pela 14ª vez em 15 anos

Logo de cara, Federer quase perdeu seu primeiro set, já que Berdych sacou para fechar, mas viu o suíço salvar e virar a parcial. Este foi o único momento da partida em que o cinco vezes campeão na Austrália correu riscos. Após a decisão no tie-break, vencida por Roger por 7 a 1, ele soube controlar a partida e se impor tecnicamente.

Leia também: Após chocar o mundo 40 kg mais magra, tenista volta a ser "cheinha" e surpreende

No segundo set, venceu com tranquilidade e antes do terceiro, viu o rival pedir atendimento e ir para o vestiário. Na volta, Federer voltou a quebrar o saque e ficou novamente em vantagem para fechar a parcial e o jogo. Este é o segundo ano consecutivo em que o experiente tenista chega à semifinal sem perder sets.

36 contra 21

Ao final da partida, o suíço falou sobre o seu próximo adversário, que tem apenas 21 anos e já eliminou Djokovic. "Estou muito animado para jogar Chung, eu penso pensei que ele jogou uma partida incrível contra Novak (Djokovic), porque vencê-lo aqui é uma das coisas difíceis de fazer no nosso esporte, eu acredito. Eu sei que Novak talvez não estivesse em 110%, mas ele estava bem", ponderou o suíço.

Leia também: Bellucci é pego em exame antidoping e tem suspensão de cinco meses

"Eu acho que é uma partida interessante para mim. Definitivamente vou ter que olhar para a forma como eu preciso jogar contra ele, porque ele tem algumas ótimas qualidades, especialmente defensivamente, como as de Novak", acrescentou. "No momento, eu não poderia te dizer como eu preciso jogar contra ele. Uma coisa que eu sei é que vou ser agressivo. Eu não sei como vou fazer exatamente isso", finalizou Federer.