Tamanho do texto

Aos 31 anos, Rafael Nadal é o único tenista top 5 que não está lesionado e será o grande nome do ATP Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos

Após a desistência do suíço Roger Federer do ATP Masters 1000 de Cincinnati , nos Estados Unidos, o tenista espanhol Rafael Nadal retornou ao topo do ranking mundial da modalidade após três anos, deixando o britânico Andy Murray para trás.

Leia também: Tenista interrompe partida para pedir que agasalhassem sua filha na arquibancada

Federer deixou a competição por conta de uma lesão nas costas, agravada durante a partida diante do alemão Alexander Zverev. Por conta disso, o suíço optou por desistir do torneio para se preparar para o US Open, último Grand Slam do ano, e tentar a trinca, já que conquistou o Aberto da Austrália e Wimbledon. Nadal já levou Roland Garros este ano.

Rafael Nadal volta a ser número 1 do mundo depois de três anos
Reprodução/Twitter/ATPWorldTour
Rafael Nadal volta a ser número 1 do mundo depois de três anos

No entanto não foi só Federer que virou baixa neste Master 1000, que começou na segunda-feira. À exceção de Rafael Nadal, todos os tenistas do top 5 estão lesionados. O suíço Stan Wawrinka e o sérvio Novak Djokovic não atuam mais em 2017, e Andy Murray está tratando uma contusão no quadril.

Leia também: Para tratar lesão no cotovelo, Djokovic anuncia que não joga mais em 2017

Apesar de ter comemorado a liderança, o espanhol multicampeão lamentou a ausência de seus maiores rivais. "Estar nessa posição é bem especial. Tenho a paixão e amor pelo jogo e é por isso que consegui voltar. Porém, não temos mais 20 anos e não jogamos todas as semanas. Já tive na posição deles várias vezes. Desejo uma boa recuperação a todos. O jogo precisa deles. E espero que eles voltem em breve. Sinto muito por todos eles", declarou.

Leia também: Após oitavo título em Wimbledon, Roger Federer retorna ao top 3 do ranking

Há três anos

A última vez que Nadal liderou o ranking mundial foi em julho de 2014. Contudo, ele se mantém no top 10 há mais de 12 anos, firmando-se como um dos maiores tenistas da história. O espanhol fará sua estreia no Masters 1000 de Cincinnati na quarta-feira, quando irá enfrentar o francês Richard Gasquet, 29º colocado no ranking.