Anéis olímpicos de Tóquio
Reprodução/Instagram
Anéis olímpicos de Tóquio

Por temer a chegada do coronavírus no país, o Comitê Olímpico Grego afirmou que está discutindo com o governo planos alternativos para a cerimônia que acende a chama olímpica no próximo mês.

LEIA MAIS:Comitê garante Olimpíada, mesmo com surto de coronavírus

A chama olímpica para os Jogos de Tóquio-2020 será acesa no dia 12 de março em cerimônia na Olímpia antiga. Em seguida, a tocha percorrerá todo o território grego até que seha entregue aps japoneses no Estádio Olímpico de Atenas, dia 19 de março.

- Estamos em contato com o Comitê de Crise e o ministério da Saúde para desenhar um plano com os procedimentos do que deve ser feito caso haja um surto no país - declarou Spyros Capralos, presidente do Comitê Olímpico Grego, sem dar mais detalhes.

A trajetória da tocha na Grécia inclui 37 cidades e 15 sítios arqueológicos, com mais de 3.500 quilômetros e 842 milhas náuticas e 600 pessoas vão participar do revezamento.

A campeã olímpica de tiro Anna Korakaki será a primeira a carregar a tocha, tornando-se a primeira mulher a ter a honra.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários