Tamanho do texto

Local da praia de Juquehy venceu a final brasileira contra Krystian Kymerson e largou na frente no ranking sul-americano do calendário de 2017

Thiago Camarão é campeão do Rip Curl Pro Argentina em Mar del Plata
Maximiliano Marinucci
Thiago Camarão é campeão do Rip Curl Pro Argentina em Mar del Plata

O paulista Thiago Camarão foi o grande campeão do Rip Curl Pro Argentina, em Mar del Plata, e largou na frente na corrida pelo título sul-americano de 2017 da WSL América do Sul. Em decisão verde-amarela do QS 1500, Thiago levou a melhor em cima do capixaba Krystian Kymerson, mantendo a hegemonia de títulos brasileiros nos cinco anos da história da etapa argentina do Qualifying Series, a divisão de acesso à elite do surfe.

LEIA TAMBÉM: Saiba tudo sobre o surfe e estilo de vida do esporte

Ninguém atacou as direitas de Le Yacht como Thiago Camarão no último domingo (16), dia da decisão. Ele venceu as duas baterias que disputou por "combination", que no surfe é como vencer de goleada no futebol, com mais de dez pontos de vantagem sobre o adversário, ou seja, precisando de uma combinação de duas ondas para ultrapassa-lo.

Com muita força nas batidas e rasgadas, o surfista de 28 anos ganhou notas 9, 8,50 e 7,50 na vitória por 17.00 a 11.35 sobre o costa-riquenho Anthony Fillingim nas semifinais e garantiu uma vaga na grande decisão. "Estou me sentindo realizado agora, pois não imaginava que chegaria na final", disse Thiago Camarão.

LEIA TAMBÉM: Três jovens promessas do surfe brasileiro para ficar de olho em 2017

Final

Na decisão do título, Camarão começou com nota 7,50 e teve paciência para aguardar uma boa onda e arrancar um 8,50 dos juízes. Krystian Kymerson não conseguiu acompanhar o forte ritmo de Thiago Camarão e perdeu por uma larga vantagem de 16,00 a 9,35 pontos.

"O campeonato acabou mudando aqui para essas direitas incríveis e acho que foi a melhor opção, porque deu boas ondas nesses dois últimos dias. Esse campeonato vai ficar na memória de muitos, na minha com certeza, e espero voltar aqui para Mar del Plata ano que vem. O Krystian estava surfando muito bem, para mim era o melhor de todo o torneio, então procurei ficar calmo e não extrapolar muito nas manobras, porque ele poderia mudar toda a situação a qualquer momento. Estou muito feliz e agora vamos festejar", completou o local da praia de Juquehy, litoral norte de São Paulo.

LEIA TAMBÉM: Aos 43 anos, sul-africano atravessa Oceano Atlântico de stand up paddle

Thiago Camarão deu show de surfe na Argentina
Maximiliano Marinucci
Thiago Camarão deu show de surfe na Argentina

O campeão faturou o prêmio máximo de 10 mil dólares, marcou 1.500 pontos no ranking mundial do WSL Qualifying Series e 1.000 no da WSL South America, que define o título sul-americano. 

"Só tenho que agradecer a minha família e a Deus principalmente, porque acredito que sem Ele na vida das pessoas, ninguém consegue chegar a lugar nenhum", foram as primeiras palavras do campeão Thiago Camarão no pódio. "Agradeço também a todos que vêm me ajudando, tanto na parte psicológica como na parte física, aos meus patrocinadores que vêm acreditando no meu trabalho e em especial a minha mãe, que está sempre me aturando em casa, sempre tentando me motivar, então eu dedico essa vitória a ela".

Com a vitória em Mar del Plata, Thiago Camarão ocupa agora a primeira colocação no ranking sul-americano e o 111º lugar no ranking da divisão de acesso à elite do surfe. 

    Leia tudo sobre: surfe