Tamanho do texto

O português Frederico Morais, o francês Joan Duru e o italiano Leonardo Fioravanti são os novos nomes que representarão o velho continente no CT

Nos anos 2000, o surfe da Europa marcava forte presença no circuito mundial. No entanto, desde então, nenhum atleta do continente apresentou resultados extraordinários. A tendência é de mudança. Em 2017, três novos nomes europeus vão competir na elite.

LEIA MAIS: Saiba tudo sobre o surfe e estilo de vida do esporte

Frederico Morais, de Portugal, Joan Duru, da França e Leonardo Fioravanti, da Itália, são os nomes europeus que completam os 34 surfistas do circuito. As jovens promessas do surfe europeu ficam com a missão de renascer o velho continente dentro do esporte mundial.

Conheça cada um deles:

Frederico Morais

Frederico Morais vai representar Portugal no circuito mundial de surfe em 2017
WSL/ Damien Poullenot
Frederico Morais vai representar Portugal no circuito mundial de surfe em 2017

Aos 24 anos, o português tem a praia de Cascais como quintal. Filho de um jogador de rugby, o jovem é o "pupilo" do também surfista Tiago Pires, o primeiro do país a entrar no CT. Frederico entra para a lista dos prodígios portugueses, já que a "terrinha" possui bons locais para a prática do surfe e recebe campeonatos importantes da elite e divisão de acesso.

Morais ficou no lugar mais alto do pódio em Martinica mas foi no Havaí que cravou a sua vaga no tour. Chegando a brigar inclusive pela Tríplice Coroa, o português ficou em segundo lugar em Sunset e Haleiiwa. No ranking geral do QS, foi o terceiro colocado.

LEIA MAIS: Três jovens promessas do surfe brasileiro para ficar de olho em 2017

Joan Duru

Joan Duru
WSL/ Kelly Cestari
Joan Duru

Nascido na comuna de Ondres, ao sudoeste francês, o jovem de 27 anos cresceu surfando as ondas de Hossegor e Biarritz. Depois de muitos anos lutando para conquistar uma vaga no CT, com 22.500 pontos, Joan Duru foi o quarto colocado da divisão de acesso.

Em julho, o francês foi vice-campeão no Ballito Pro, na África do Sul, chegou às quartas de final em Cascais, Portugal e chegou à semi no Hawaiian Pro, em Haleiwa. Estas colocações garantiram altas pontuações e a classificação.

LEIA MAIS: Pai e treinador, Charles Saldanha conta o que esperar de Medina para 2017

Leonardo Fioravanti

Leonardo Fioravanti
WSL/ Kelly Cestari
Leonardo Fioravanti

O primeiro italiano no circuito mundial de surfe, aos 19 anos, passou a maior parte da infância no sudoeste da França. Nascido em Roma, o garoto conta com o apoio familiar, já que seu padrasto trabalha em uma renomada empresa ligada ao esporte.

Leonardo foi três vezes vice-campeão em campeonatos do QS, duas na Austrália e uma no Japão. O nono lugar em Ballito também o ajudou a garantir a vaga para a elite do surfe.

    Leia tudo sobre: surfe

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.