Tamanho do texto

Scott Baldwin desobedeceu ordens e acariciou a cabeça de um leão, que não gostou e mordeu sua mão

Scott Baldwin, jogador de rugby do Ospreys, foi mordido por um leão
Reprodução
Scott Baldwin, jogador de rugby do Ospreys, foi mordido por um leão

O jogador de rugby Scott Baldwin tomou um belo de um susto no últimos dias enquanto tentava acariciar um leão em uma reserva na África do Sul. O animal não gostou do carinho na cabeça e mordeu a mão esquerda do atleta do Ospreys, time do País de Gales.

Leia também: Corpo de canoísta desaparecido é encontrado no litoral de São Paulo

Por conta da lesão, Baldwin levou alguns pontos na mão e desfalcou seu time no duelo válido pelo Pro14 contra o Cheetahs, time sul-africano. O jogador usou sua conta oficial do Twitter para se desculpar. "Peço desculpas a todos os torcedores do Ospreys por não poder ajudar a equipe neste jogo por causa da mordida", disse na rede social.

Leia também: Ex-atleta O.J. Simpson é libertado depois de 9 anos de prisão

"Eu deveria ter notado que o leão não ficaria contente por eu ter acariciado a sua leoa antes de passar a mão nele. E para aqueles que me perguntam, minha mão está boa e está funcionando bem, tive sorte. Obrigado pelo apoio e preocupação de todos", completou o atleta.

Confira o vídeo:

Não foi por falta de aviso

Um dos tratadores do local disse que deu diversos avisos para Baldwin ficar longe dos animais, mas ele desobedeceu as ordens. "Foi muito estúpido da parte dele, ele teve muita sorte. Não sei o tipo de show de vida selvagem que Scott tem assistido que você pode acariciar um leão na cabeça como se fosse um gatinho", criticou o rapaz não identificado.

Scott Baldwin, jogador de rugby que foi mordido por um leão na África do Sul
Site oficial
Scott Baldwin, jogador de rugby que foi mordido por um leão na África do Sul

Leia também: Maradona aciona a Justiça e acusa filhas de terem escondido R$ 5,7 milhões

Por meio de uma nota oficial, o  Ospreys confirmou que Baldwin sofreu a ferida e disse que o jogador foi atendido pelo médico da equipe antes de ser internado em um hospital local em Bloemfontein, cidade da África do Sul,  para tratamento posterior visando prevenir uma infecção mais grave.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas