Tamanho do texto

A judoca brasileira Rafaela Silva foi premiada pelo seu desempenho nos Jogos do Rio 2016

A Associação de Comitês Olímpicos Nacionais premiou Rafaela Silva por sua performance
REPRODUÇÃO/CBJ
A Associação de Comitês Olímpicos Nacionais premiou Rafaela Silva por sua performance

Nesta terça-feira (15), a judoca brasileira Rafaela Silva recebeu no Catar, o prêmio de "Performance mais Inspiradora dos Jogos Olímpicos Rio 2016", dado pela Associação dos Comitês Olímpicos Nacionais (ANOC). O evento aconteceu na capital Doha e reuniu mais de mil delegados dos 206 comitês olímpicos que compõe a organização.

Relembre: Rafaela Silva chega ao topo do pódio e conquista a primeira medalha de ouro do Brasil

"Conquistar a primeira medalha de ouro do Brasil na frente de uma torcida apaixonada foi uma experiência inesquecível. Eu trabalhei muito duro nos últimos quatro anos para chegar lá e é muito gratificante saber que tudo valeu a pena. É um privilégio estar em Doha para esse evento fantástico. Gostei muito de compartilhar essa experiência com outros atletas olímpicos e gostaria de agradecer à ANOC por essa homenagem, ao Comitê Olímpico do Brasil e seu presidente Carlos Arthur Nuzman por tornarem isso possível", comentou Rafaela Silva .

Assista o vídeo: Rafaela Silva ganha medalha de ouro no judô e vai comemorar com a torcida

O vice-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e presidente da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Paulo Wanderley Teixeira, acompanhou a premiação no Catar e comemorou o reconhecimento à performance da atleta. “Foi espetacular a premiação da Rafaela. Foram muito poucos os atletas premiados nesse evento. É algo importante, porque Rafaela é a expressão do que foram os Jogos Olímpicos no Brasil e no Rio de Janeiro. Depois de ter sido campeã mundial em casa em 2013, ela fechou esse ciclo com o título olímpico, dentro de casa, bem próximo à comunidade onde cresceu. É um orgulho para a CBJ fazer parte dessa história”.

HISTÓRIA

Da Cidade de Deus, ao topo do pódio olímpico, Rafaela Silva nasceu em 1992 e começou a praticar judô aos cinco anos, numa associação de moradores da comunidade. Aos oito, começou a treinar no Instituto Reação, projeto do também medalhista olímpico Flavio Canto. 

Leia mais: Conheça o projeto social que levou a campeã Rafaela Silva para o esporte

Aos 16 anos, Rafaela foi campeã júnior em Bangkok, Tailândia e no mesmo ano entrou para a seleção brasileira de judô adulta. Um ano depois, em 2009, a judoca ficou em 5º lugar durante seu primeiro mundial adulto na Holanda. 

Em 2011, foi vice-campeã dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México e sagrou-se vice-campeã adulta em Paris. Nos Jogos Olímpicos Londres 2012, Rafaela foi eliminada nas oitavas mas um ano depois tornou-se campeã mundial de judô no Rio de Janeiro.

Foi também na sua cidade natal, durante as Olímpiadas Rio 2016, que ela conquistou a medalha de ouro na categoria até 57 quilos. Rafaela Silva é a primeira e única judoca brasileira a ostentar a tríplice coroa: campeã mundial júnior, sênior e olímpica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.