Tamanho do texto

A polícia ainda não sabe o que motivou o crime, mas acredita-se que o assassinato esteja ligado a envolvimento com drogas

Carlos Gray defendeu o Green Bay Packers na NFL e morreu aos 25 anos de idade
Site oficial
Carlos Gray defendeu o Green Bay Packers na NFL e morreu aos 25 anos de idade

O atleta  Carlos Gray , que se destacou na NFL defendendo o tradicional Green Bay Packers, foi encontrado morto dentro de sua casa na cidade de Pinson, no estado do Alabama. Segundo informações da polícia local, o corpo estava com marcas de tiros.

Leia também: Sem a mão esquerda, Shaquem Griffin é selecionado pelo Seahawks no Draft

Na casa do ex-jogador da NFL  as autoridades também encontraram drogas, balança digital e armas (uma pistola e uma AK-47, fuzil de alto calibre). Ainda não se sabe o motivo do crime e quem foram os autores, mas a principal hipótese é assassinato.

Gray abandonou a carreira de jogador após ser dispensado pelo Packers e passou a viver como promotor de festas, vendedor de carros e corretor imobiliário, de acordo com o site local "AL.com". Ele tinha dois filhos. 

Leia também: Jogador da NFL é indiciado por agressão a idosa paraplégica no Super Bowl LI

A namorada de Carlos Gray foi quem avisou os policiais, que o encontraram morto por volta das 22h da última segunda-feira.  No fim d o ano passado ele havia admitido culpa no tribunal por posse de maconha superior a quantidade de uso pessoal e foi suspenso por 12 meses. 

A carreira de Carlos Gray

Gray jogou pela Universidade da Carolina do Norte, mas não chegou a ser draftado na NFL. Em 2014, porém, assinou contrato com o Green Bay Packers como agente livre por três anos, mas só atuou em jogos de pré-temporada até ser dispensado em 2015.

Suspeitas do crime

Carlos Gray defendeu o Green Bay Packers na NFL e morreu aos 25 anos de idade
Reprodução
Carlos Gray defendeu o Green Bay Packers na NFL e morreu aos 25 anos de idade

Na manhã desta terça-feira, dois homens foram sequestrados, sendo que uma das vítimas já foi resgatada e dois sequestradores foram detidos e interrogados A polícia acredita que os crimes possam estar interligados.

Leia também: Cheerleader é demitida de time da NFL após postar fotos sensuais na web

Christian Randy, chefe adjunto da polícia local, prometeu investigar a morte do ex-atleta da NFL , mas já prevê que os crimes estejam relacionados a drogas. "Temos um longo caminho, mas vamos chegar ao fundo disso. No fim do dia, é provável que tudo esteja ligado a drogas e dinheiro das drogas", disse o delegado.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.