Tamanho do texto

Victor Ortiz tornou-se dono do cinturão do Conselho Mundial de Boxe, mas foi derrotado por Floyd Mayweather na sequência e perdeu o título

O boxeador norte-americano e ex-campeão mundial dos meio-médios Victor Ortiz foi acusado de estuprar uma mulher dentro de casa, em março deste ano. A polícia de Oxnard, nos Estados Unidos, informou que o pugilista se entregou nesta terça-feira após emissão do mandado de prisão.

Leia também: A luta de boxe mais rápida da história durou um segundo e não teve golpes

Victor Ortiz foi nocauteado por Floyd Mayweather e se tornou ex-campeão em 2011
Divulgação
Victor Ortiz foi nocauteado por Floyd Mayweather e se tornou ex-campeão em 2011

O ex-campeão , no entanto, pagou fiança de 100 mil dólares (cerca de R$ 406 mil) e foi liberado, conforme informou o site oficial do O Escritório do Xerife do Condado de Ventura. Ele enfrenta acusações de estupro, sexo oral forçado e penetração digital forçada e aguardará o julgamento marcado para 10 de outubro em liberdade.

Leia também: Boxeador morre dois dias após luta, com suspeita de hemorragia cerebral

Ortiz conquistou cinturão do Conselho Mundial de Boxe em 16 de abril de 2011, ao superar Andre Berto. Depois disso, em 17 de setembro do mesmo ano, perdeu para Floyd Mayweather Jr. Ao todo, são 32 vitórias, sendo 25 por nocaute, seis derrotas e três empates em seu cartel.

O norte-americano de 31 anos, além de atuar dentro do ringue, já atuou como ator no filme "Os Mercenários 3" e na série "Ray Donovan", além de participar do programa de TV "Danicing with the Star", em 2013.

Leia também: Site alemão revela 'truque' de Klopp para sucesso do Liverpool na Premier League

Mesmo com a acusação de estupro , o ex-campeão tem uma luta marcada para o próximo sábado, contra John Molina, em Ontario, nos Estados Unidos. A última vez que entrou nos ringues foi em 17 de fevereiro deste ano, quando empatou com o compatriota Devon Alexander.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.