O ex-jogador de basquete da NBA Delonte West chamou atenção ao ser visto morando na rua. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o ex-atleta, hoje com 36 anos, aparece desorientado, com a barba grande, sem camisa e sendo abordado por uma pessoa.

Leia também: Vídeo: Filha de Kobe Bryant, Gigi tem mesmo estilo que popularizou o pai na NBA

Delonte West arrow-options
Divulgação
Delonte West, ex-jogador da NBA

Com passagens por times como Texas Legends, Celtics, Seattle, Cleveland e Dallas, o ex-jogador da NBA também apareceu supostamente em outro vídeo sendo agredido por um homem no meio da rua, levando chutas no corpo e na cabeça, sem reagir.

Leia também: Luto nos EUA! Maior dirigente da NBA morre aos 77 anos de idade

Alguns ex-colegas de  Delonte West usaram a web para fazer campanha para resgatar o rapaz. Segundo o site TMZ, não é a primeira vez que ele é visto pelas ruas e pedindo dinheiro e, além de Washington, onde foi flagrado pela última vez, ele também apareceu em Maryland e no Texas.


Em 2016, Delonte entrou e saiu de uma clínica de reabilitação para tratar da dependência em drogas e tentar voltar a atuar no esporte.

"Nas últimas horas, conversei com muitos que estão dispostos a ajudar - leia e adote a sabedoria de Jameer - estamos entrando em contato com nossa rede de basquete para obter a ajuda profissional que a Delonte precisa. Isso é muito doloroso", postou Phil Martelli, que já treinou o ex-atleta.

"Estou com ânsia agora vendo esses vídeos de Delonte. Para responder a todos que têm falado comigo sobre essa situação... o que nós podemos fazer é rezar para ele e sua família, e torcer para que ele consiga a ajuda necessária. Distúrbio mental é algo que muitas pessoas lidam e muitas vezes nem sabem, até que seja tarde demais", continuou.

Leia também: Jogador da NBA se choca feio em companheiro e tem suspeita de concussão; assista

"Não sei se é isso que está acontecendo com ele, mas isso vai ajudá-lo a enfrentar isso. Se você tem algum problema mental, emocional ou físico que te faz andar pra trás, procure alguém. E quando digo alguém, me refiro a médicos, não familiares, esposa, primos, mas sim alguém que seja habilitado para ajudar. E, por favor, sejam conscientes quando divulgarem vídeos ou fotos de alguém. Você pode achar que está ajudando, mas pode magoar ainda mais. As pessoas têm filhos e seus filhos não merecem passar por esse constrangimento. Por favor, rezem", completou o colega do ex-jogador .

    Leia tudo sobre: NBA

    Veja Também

      Mostrar mais