Oscar Pistorius está preso por assassinato da namorada
Divulgação
Oscar Pistorius está preso por assassinato da namorada

O campeão sul-africano paralímpico Oscar Pistorius (veja fotos na galeria abaixo) pode receber a liberdade condicional, depois de cumprir metade da pena pelo assassinato de sua namorada, segundo o Departamento de Serviços Prisionais da África do Sul.


O ex-atleta assassinou a modelo Reeva Steenkamp na madrugada do Dia dos Namorados, 14 de fevereiro, em 2013, atirando quatro vezes contra a vítima na porta do banheiro de sua residência. Pistorius foi considerado culpado de homicídio culposo em 2014 e sentenciado a seis anos, mas a condenação foi posteriormente elevada para homicídio, com uma pena de 13 anos.

A audiência de liberdade condicional para o ex-atleta foi marcada no mês passado e depois cancelada, em parte porque ainda não se chegou a realizar uma reunião entre Pistorius e os pais de Reeva, Barry e June.

Leia Também

Barry e June Steenkamp pretendem ter uma conversa cara a cara com Pistorius a fim de obterem uma explicação sobre a razão pela qual ele matou a filha deles. A reunião seria parte do processo para o requirimento da liberdade condicional. "Eles (Barry e June) sentem que Reeva tem uma voz. Eles são a voz de Reeva e devem isso à sua amada filha", disse Tania Koen, advogada dos Steenkamps.

Um ano antes de matar Steenkamp, ​​Pistorius se tornou o primeiro amputado duplo a competir nas Olimpíadas, quando participou dos Jogos de Londres 2012. Ele competiu com lâminas protéticas - um feito que lhe rendeu o apelido de 'Blade Runner'.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários