Shinzo Abe
Reprodução
Shinzo Abe

Enfrentando diversas questões por conta da pandemia do novo coronavírus , a organização responsável pelas Olimpíadas de Tóquio está envolvida em uma nova polêmica .

Isso porque, o diretor artístico dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, Hiroshi Sasaki, figura respeitada no Japão - e responsável pelo evento do Rio 2016 em que o ex-primeiro-ministro nipônico, Shinzo Abe, apareceu disfarçado do personagem dos videogames Mario Bros - cometeu gordofobia ao fazer uma alusão pejorativa a uma popular atriz japonesa.

Durante uma discussão sobre a cerimônia de abertura, Sasaki propôs que a comediante japonesa Naomi Watanabe, uma pessoa obesa, aparecesse na apresentação caracterizada como uma porca descendo do céu e se referiu a ela como "Olympig" (trocadilho com "olímpico" e "porco", em inglês).

Esta proposta foi lançada durante uma conversa com a equipe criativa responsável pelo evento, em mensagens de texto que também foram divulgadas.

Sasaki
Reprodução
Sasaki

Sasaki, responsável pela direção artística das cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, retirou a ideia após receber uma reação negativa de outros membros da equipe e se desculpou.

Essa não é a primeiras polêmica. Em fevereiro, o ex-presidente do comitê organizador, Yoshiro Mori, pediu demissão após fazer comentários sexistas. Mori foi substituído no cargo pela ex-atleta Seiko Hashimoto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários