Mulher mostra o dedo para Nadal
Reprodução
Mulher mostra o dedo para Nadal

A mulher que gritou e mostrou o dedo para o tenista Rafael Nadal , durante a partida contra Michael Mmoh no Aberto da Austrália , deu uma entrevista a uma estação de rádio australiana.

Utilizando o nome falso de Lisa, ela explicou que os gritos contra Nadal deveu-se ao tempo que o jogador leva para sacar: "Não, certamente não sou um torcedor de Nadal, acho que ele é incrivelmente entediante com todos aqueles rituais antes de sacar. O próprio fato de minhas fotos terem aparentemente se tornado virais reflete o quão incrivelmente chatas são suas partidas", apontou.

Assim como tinha dito o jogador espanhol , ela reconheceu que havia bebido um pouco de álcool, embora não mais do que "uma taça de champanhe". “O álcool faz você se sentir um pouco desinibido. Minha filha não está muito feliz com o que fiz", confirmou.

A mulher disse que ficou na Rod Laver Arena, apesar de não gostar de Nadal, porque havia assistido ao jogo entre Coco Gauff e Elina Svitolina. "Não sei por que não pude dizer em voz alta o que acho. Eles foram muito rudes em me tirar da quadra. Disseram 'bem, você tem que ir', e eu disse, 'Por quê? Eu sou um espectadora, paguei meu ingresso, por que não posso falar?"", questionou a torcedora. 

Ela também garantiu em entrevista à rádio que tinha ingressos novamente para a sessão noturna deste sábado. Porém, o novo confinamento de cinco dias no estado de Victoria fará com que o Aberto da Austrália seja disputado sem público, então ela não poderá assistir ao jogo entre Nadal e Norrie.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários