Ex-técnico da seleção de ginástica é acusado de abuso sexual
Reprodução
Ex-técnico da seleção de ginástica é acusado de abuso sexual

Banido por acusações de abuso sexual , o ex-técnico da seleção brasileira de ginástica artística, Fernando de Carvalho Lopes , obteve uma liminar do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) e poderá voltar a exercer a sua função. A decisão é provisória e valerá até que seja julgado o mérito da ação.

Acusado de abusar sexualmente de atletas entre 2001 e 2016, quando era técnico em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, o acusado alega inocência, mesmo com cerca de 40 atletas e ex-atletas afirmando terem sido vítimas de abuso pelo acusado.

Leia mais: Técnico do rebaixamento quer prisão dos dirigentes do Cruzeiro: 'sair enjaulado'

Diante do caso, ele foi banido do esporte pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), em março de 2019, e multado em R$ 1,6 milhão.

Em sentença publicada no Diário Oficial da Justiça do Estado de Sergipe, o desembargador justificou a liminar, alegando risco “de o STJD já executar o valor da multa a ele imposta e a possibilidade de efetivação da pena de banimento, o que agravará sua condição financeira, tendo em vista a demora no julgamento da ação anulatória".

As primeiras acusações contra Fernando de Carvalho ocorreram em julho de 2016, às vésperas da disputa dos Jogos Olímpicos do Rio, quando o Ministério Público de São Paulo abriu um inquérito. A menos de um mês da Olimpíada do Rio, Lopes, treinador da seleção brasileira masculina de ginástica artística, foi desligado do cargo.

O treinador foi condenado em cinco artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: 243-B (constranger mediante violência, grave ameaça ou por qualquer outro meio), 243-C (ameaçar alguém), 243-E (submeter criança ou adolescente, sob sua autoridade, guarda ou vigilância, a vexame ou a constrangimento), 258 (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras) e 243-G (praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência).

    Veja Também

      Mostrar mais