Jogador beija a repórter
Reprodução
Jogador beija a repórter

O astro neozelandês de rúgbi , Benji Marshall, foi colocado em quarentena após dar um beijo no rosto de uma repórter na Nova Zelândia.

As duras regras instauradas no país durante a pandemia do novo coronavírus não permitem cumprimentos dessa forma, por isso, o jogador e a jornalista realizarão exame para saber se estão contaminados.

Leia mais: Promessa da NBA revela estupro na infância e diz que pandemia ajudou a superar

O jogador também vai ficar em isolamento até que saia o resultado e se tenha a confirmação que não contraiu a doença. Com isso ele não joga a próxima partida de seu time e será desfalque do West Tigers contra o Camberra. Além disso, o jogador pode levar uma multa de 25 mil dólares pela violação.

Em seu Twitter a jornalista se pronunciou sobre o caso. “Isso só mostra que todos nós podemos ser pegos ao esquecer que tipo de mundo estamos vivendo no momento”, escreveu.

Phil Gould, repórter do Channel Nine que também cobre rúgbi, disse que Marshall foi agradecer a mensagem de incentivo enviada por Michelle para a retomada das competições pós-coronavírus. "Eles são muito amigos. Mas essa é a vida na bolha neste momento", afirmou.

Na semana passada, a Associação que comanda o Rúgbi no país já havia causado polêmica ao solicitar que os atletas e seus familiares não participassem dos protestos do Black Lives Matter , em Sydney. Ashleigh Sims e Nikki Fifita, esposas dos jogadores Tariq Sims e Andrew Fifita, não aceitaram a medida.

Diante disso, a associação recomendou que, se alguém da família dos jogadores comparecesse aos protestos, o jogador ou membro da equipe precisariam ser isolado até ser testado para continuar jogando sem violar os protocolos rígidos.

Assista o beijo:



    Veja Também

      Mostrar mais