Tamanho do texto

O ano foi marcado por mortes, como a de Rafael Henzel, um dos sobreviventes do acidente da Chape, e os meninos do Ninho do Urubu; veja

ninho arrow-options
TV Globo/Reprodução
Incêndio no Ninho do Urubu, CT do Flamengo, matou jogadores das categorias de base

O ano de 2019 foi marcado por muitas perdas no mundo do esporte, começando pelo incêndio no Ninho do Urubu, onde dez garotos da base do Flamengo morreram.

Leia também: Jogador morre em acidente a caminho do treino de time que vai à Libertadores

Confira as mortes que marcaram o mundo dos esportes neste ano:

Rafael Henzel

 Henzel arrow-options
Reprodução/Twitter
Rafael Henzel

O narrador Rafael Henzel, que sobreviveu ao acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense, em 2016, morreu neste ano. Ele morreu no final de março, aos 45 anos, após sofrer um infarto enquanto jogava uma partida de futebol.

Tuka Rocha

ochaocha arrow-options
Reprodução/Instagram/@tukarocha
Tuka Rocha

Tuka Rocha, ex-piloto da Stock Car, sofreu um acidente aéreo em novembro deste ano e morreu queimado e com complicações pulmonares dias após a aeronave em que estava cair em Maraú, no Sul da Bahia. Atleta morreu aos 36 anos.

Thalles

Thalles arrow-options
Divulgação
Thalles


Em junho, Thalles Lima, jogador do Vasco, morreu em um acidente de moto em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. A colisão ainda deixou outra pessoa morta. E aconteceu quando o jogador de 24 anos voltava de um baile funk.

Danilo Feliciano

Danilo Feliciano arrow-options
Reprodução
Danilo Feliciano


Filho mais velho do ex-jogador Cafu, Danilo morreu aos 30 anos em setembro deste ano, após sofrer uma parada cardíaca enquanto jogava futebol da mansão do ex-atleta, em Aphaville, em São Paulo.

Leia também: Cafu fala pela primeira vez após morte de filho: "Choro todos os dias"

Juarez Soares

Juarez Soares arrow-options
Wayne Camargo / Divulgação RedeTV!
Juarez Soares, o China


O jornalista Juarez Soares morreu após infartar em julho deste ano, na cidade de São Paulo. China, como era conhecido, lutava contra um câncer no cólon.

Roberto Avallone

Roberto Avallone arrow-options
SPORTV/REPRODUÇÃO
Roberto Avallone


Palmeirense declarado, o jornalista Roberto Avallone morreu aos 72 anos depois de sentir-se mal em casa. Ele foi levado a um hospital, mas não conseguiram reanimar Avallone.

Emiliano Sala

Emiliano Sala arrow-options
Divulgação
Emiliano Sala


Emiliano Sala morreu em  fevereiro, em um acidente aéreo. O avião em que o jogador argentino estava ficou desaparecido e o corpo dele encontrado 16 dias depois da queda.

Salomé

SaloméSalomé arrow-options
Divulgação
Maria Salomé


Torcedora-símbolo do Cruzeiro, Maria Salomé da Silva não resistiu a um problema cardíaco e morreu aos 86 anos de idade, dois dias após o time ser rebaixado para Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez.

Altair

Altair arrow-options
Reprodução/Facebook
Altair

Em agosto, Altair, campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 1962, morreu aos 81 anos..O ex-lateral-esquerdo estava internado há 15 dias no Hospital das Clínicas de São Gonçalo, no Rio e sofreu falência múltipla dos órgãos.

Gordon Banks

Gordon Banks arrow-options
Twitter/Reprodução
Gordon Banks


O ex-goleiro inglês Gordon Banks, que fez uma das defesas mais famosas da história do futebol após uma cabeçada de Pelé, na Copa do Mundo de 1970, morreu no início do ano aos 81 anos de idade após perder batalha contra o câncer.

Nicolas Leoz

Nicolás Leoz arrow-options
Getty
Nicolás Leoz

O ex-presidente da Conmebol Nicolas Leoz morreu em agosto deste ano na cidade de Assunção, no Paraguai. Aos 90 anos, ele foi vítima de um infarto e sofreu com complicações cardíacas.

Antônio Calçada

Antônio Calçada arrow-options
Reprodução / Vasco da Gama
Antônio Calçada ao lado de Dinamite


O ex-presidente do Vasco, Antônio Soares Calçada, faleceu neste ano, aos 96 anos, vítima de complicações causadas por uma infecção adbomindal. Presidente de honra do clube carioca, Calçada foi o mandatário da equipe no período mais vitorioso da história da equipe.

Luisinho Lemos

Luisinho Lemos arrow-options
Reprodução
Luisinho

Técnico, ex-jogador e um dos maiores ídolos da história do América, Luisinho Lemos morreu aos 66 anos de idade depois de não resistir a um infarto em maio deste ano.

Dirceu Krüger

Dirceu Krüger arrow-options
Gazeta do Povo/Reprodução
Dirceu Krüger

O ex-jogador Dirceu Krüger, conhecido como "Flecha Loira", um dos maiores ídolos de toda história do Coritiba, em abril, aos 74 anos. Ele morreu alguns dias depois de uma cirurgia em razão de obstrução intestinal.

Coutinho

o coutinho arrow-options
Reprodução
Coutinho


Em março, o ex-atacante do Santos, Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, faleceu no litoral de São Paulo aos 75 anos.

Niki Lauda

Niki Lauda arrow-options
Getty Images
Niki Lauda


Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 e ex-presidente não executivo da Mercedes, morreu aos 70 anos. Ele passou por um transplante de pulmão em 2018 e ficou mais de dois meses internado. O ex-piloto voltou a ser hospitalizado no início de 2019 por conta de uma febre alta durante as festas de fim de ano. As últimas informações davam conta de que ele estava em Viena, na Áustria, e teve falência renal.

Andrada

Andrada arrow-options
Reprodução/Revista El Gráfico
Andrada

Edgardo Andrada, ex-goleiro argentino que foi ídolo do Rosário Central, morreu em setembro. O atleta teve uma passagem pelo Vasco entre 1969 e 1975, mas ficou mundialmente famoso por ter sofrido o milésimo gol de Pelé , dia 19 de novembro de 1969.

Cilinho

o arrow-options
Reprodução / Diário da Região / Carlos Chimba
Cilinho

Otacílio Pires de Camargo, mais conhecido como Cilinho, faleceu em sua casa, em Campinas, em novembro. Aos 80 anos, ele sofria com problemas de saúde, principalmente desde abril de 2018, quando sofreu um AVC.

Garotos no Ninho

nibnho arrow-options
Twitter/Reprodução
Tragédia no Ninho do Urubú


Leia também: Flamengo assina primeiro contrato de sobrevivente de incêndio no Ninho do Urubu

No início do ano uma incêndio tomou conta do Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo. No momento do acidente, jovens da base estavam dormindo e dez deles morreram queimados: Arthur Vinicius, Athila Paixão, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Gedson Santos, Jorge Eduardo, Pablo Henrique, Rykelmo de Souza Viana, Samuel Thomas Rosa e Vitor Isaías. 

    Leia tudo sobre: Futebol