Tamanho do texto

Atleta levou a melhor sobre rival canadense no Pan de Lima e alcançou feito inédito para o País, já que este é o primeiro ouro nacional na modalidade

Lance

Ygor Coelho arrow-options
Alexandre Loureiro/COB
Ygor Coelho

Ygor Coelho fez história para o esporte brasileiro nos Jogos Pan-Americanos. Nesta sexta-feira, o brasileiro conquistou a medalha de ouro no torneio individual masculino de badminton, a primeira do país nesta modalidade

Ygor Coelho venceu o canadense Brian Yang na final por 2 jogos a 0 para sagrar-se campeão pan-americano .

Leia mais: Lena Guimarães garante ouro no Stand up Race e Brasil sobe para 3° no Pan

Bicampeão sul-americano em 2018, a conquista do Pan era o único título que faltava para Ygor Coelho. E a medalha de ouro veio justamente contra o maior rival da modalidade, o canadense Brian Yang, que já havia enfrentado Ygor em duas ocasiões neste ano: no Pan da modalidade, em abril, melhor para Ygor; em maio, no Torneio Internacional de Campinas, Yang venceu.

O brasileiro começou a partida com tudo e manteve-se na frente durante praticamente todo o primeiro set. O canadense empatou em 19, mas Ygor não se abalou e conseguiu vencer o set em 21/19.

No segundo, manteve o mesmo ritmo abrindo larga vantagem no placar. Confiante, o brasileiro administrou o jogo até fechar em 21/10 e entrar para a história do esporte nacional.

- Na hora que acabou, passaram na minha cabeça todas as dificuldades, minha historia, ainda não caiu a ficha! Agarrei muito bem minhas oportunidades, lutei, passei muita dificuldade, lesionei esse ano, conquistar esse ouro é sensacional - contou Ygor ao canal SporTV.

Leia mais: Dobradinha! Chico Barreto e Arthur Nory levam ouro e prata na ginástica

O badminton fez campanha histórica neste Pan-Americano: além do ouro de Ygor, Fabricio Farias e Jaqueline Lima levaram o bronze nas duplas mistas, Fabricio Farias e Francielton Farias nas duplas masculinas, Tamires Santos/Fabiana Silva e Jaqueline Lima e Samia Lima nas duplas femininas.

Com a medalha de ouro de Ygor Coelho no badminton, o Brasil chega a 14 ouros, 13 pratas e 22 bronzes, ficando na quarta posição no quadro de medalhas, atrás de Estados Unidos, México e Canadá.