Tamanho do texto

Popular no Afeganistão, o esporte é conhecido como o mais violento do mundo, e consiste em carregar uma cabra decapitada até o "gol" do rival

Buzkashi arrow-options
Reprodução
Buzkashi, o esporte mais violento do mundo

O buzkashi é considerado o esporte mais violento do mundo, e não é pra menos. Assim como no polo, os jogadores montam em cavalos e tentam acertar o alvo do rival, porém em vez de uma bola, a carcaça de uma cabra decapitada é usada pelos atletas.

Leia também: Esportes estranhos pelo mundo: Chess Boxing, a mistura do xadrez com boxe

Antes de servir como "bola" no buzkashi , a cabra, ou algumas vezes a bezerra, é decapitada e estripada, suas pernas são cortadas nos joelhos e depois o corpo fica encharcado de água por 24 horas para endurecer a carne e endurecer a pele antes de ser usado no jogo. Após o final da partida, o animal é assado.

Assim como qualquer esporte , existem regras. Aqui elas não são tão complexas, a partir do momento em que agarrou a cabra decapitada, os jogadores, ou "chapandaz", como são chamados, correm em disparada para atirar o animal na meta adversária, enquanto os rivais tentam recuperar a posse do bicho.

Para roubar a cabra , os chapandaz podem usar paus e chicotes para agredir os cavalos dos adversários, mas não podem atacar diretamente os outros jogadores. São comuns os registros de morte na prática do esporte, geralmente de chapandaz e cavalos que acabam sendo atropelados, podendo sobrar até para os espectadores da disputa.


Patrocinadores

Os melhores jogadores de buzkashi hoje têm patrocinadores pessoais, que costumam ser ricos influenciadores que anseiam por reputação e sucesso, algo muito parecido com os oligarcas que compram clubes e franquias em outros esportes.

Leia também: Hulk Iraniano revela que fará sua estreia no MMA contra lutador brasileiro

Além disso, os atletas bem-sucedidos recebem grandes prêmios em dinheiro, terrenos e até lotes de fuzis de assalto AK-47.

buzkashi arrow-options
Reprodução / ResoluteSupportMedia/Flickr
O buzkashi é muito popular no Afeganistão


Problemas com o Talibã

Sob o domínio do Talibã, a quantidade de adeptos diminuiu muito, porque o esporte foi considerado imoral, mas após a queda do regime a popularidade da prática voltou a crescer, atingindo milhares de espectadores.

Outro embate do buzkashi na sociedade é contra os ativistas dos direitos dos animais, que são contra o uso da carcaça animal no esporte. Uma mudança para que a prática se torne popular no restante do mundo é discutida, mas não deve acontecer tão cedo.