Tamanho do texto

Após fazer 'vaquinha virtual' para bancar os gastos, Camila Cavalheiro será a 1ª mulher na categoria Inline Downhill do World Roller Games

camila cavalheiro
Reprodução
Camila Cavalheiro será a representante do Brasil no mundial de patinação

O Brasil terá uma representante pela primeira vez no World Roller Games (Jogos Mundiais de Patinagem) nesta semana. A paranaense Camila Cavalheiro estará em Barcelona para competir na modalidade Downhill do evento que acontece até o dia 14 de julho.

Leia também:  Brasileira Bia Haddad vence campeã de 2017 e avança em Wimbledon

Natural de Maringá (PR), Camila Cavalheiro tem 30 anos e mora na região da Penha, em São Paulo. Ela começou a praticar a patinação em 2013 como um hobby e desde então não parou mais.

“Eu estava passando por uma loja de artigos esportivos, até que os patins me chamaram atenção após eu assistir um vídeo dentro do próprio estabelecimento sobre o esporte”, explica Camila Cavalheiro .

A paixão por patinar foi tão intensa que já em 2014 ela participou do primeiro campeonato em Curitiba (PR) de nível nacional e obteve seu primeiro pódio, 1º no Jump e 3º no slide. No total, a atleta já participou de sete competições de Freestyle slide.

“Infelizmente o esporte ainda não tem tanta visibilidade se comparado aos demais, e a situação se torna ainda mais complicada pelo fato de ser uma mulher competindo, já que não temos ainda o mesmo espaço que os homens, tanto que as próprias jogadoras da seleção do Brasil de futebol fizeram um apelo”, ressalta a atleta.

camila cavalheiro
Divulgação
Camila será a primeira mulher na categoria Inline Downhill e a primeira brasileira no Mundial de Patinação

Por seu alto desempenho no esporte, Camila foi convocada pela Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação (CBHP) para participar do World Roller Games 2019 .

Mas o sonho de participar da competição quase foi sabotado por motivos financeiros, já que a atleta não tinha a quantidade necessária para arcar com as despesas da viagem, motivo que fez com que ela criasse uma “vaquinha online” para tentar arrecadar dinheiro e realizar seu sonho.

“Foi graças ao incentivo de grandes marcas e de pessoas que acreditaram no meu potencial que eu vou conseguir representar o país”, ressalta.

Com o apoio de marcas como a Fila Skates e do Time de Patinação Adreninline  que a patinadora conseguiu conquistar o seu objetivo. “É uma honra poder contribuir com esse sonho da Camila, já que a patinação é um esporte que cada vez mais conquista adeptos no Brasil”, explica Diego Braga, responsável pelo marketing da marca.

Leia também: Zé Roberto diz: "Se Neymar continuar assim, não joga depois dos 30"

Camila será a primeira mulher que irá competir na modalidade Inline Downhill no World Roller Games, além de ser a primeira brasileira que participa da competição. A modalidade é a mais rápida da patinação e pode alcançar velocidades acima de 100km/h.