Tamanho do texto

Pela segunda vez na história do evento, o Brasil contará com representantes. Ao todo, a delegação verde e amarela será formada por 12 pessoas

A delegação brasileira que disputa os Jogos Paralímpicos de Inverno de PyeongChang 2018 já se encontra em solo coreano. A paranaense Aline Rocha e o rondoniense Cristian Ribera, do esqui cross-country, e o paulista André Cintra, do snowboard, desembarcaram na manhã deste sabado, 3, na Coreia do Sul, e já estão instalados na Vila dos Atletas. Esta será a segunda participação do Brasil na história do evento. A competição terá disputas de 10 a 18 de março, com abertura oficial no dia 9.

Leia também: Japão divulga os mascotes das Olimpíadas de Tóquio 2020, escolhidos em votação

Cristian Ribera e Aline Rocha fazem parte da delegação brasileira que estará nos Jogos Paralímpicos de Inverno
DIVULGAÇÃO/CPB
Cristian Ribera e Aline Rocha fazem parte da delegação brasileira que estará nos Jogos Paralímpicos de Inverno

Os esquiadores Aline e Cristian fizeram a aclimatação para os Jogos Paralímpicos de Inverno em Livigno, na Itália. Já o snowboarder Andre escolheu Aomori, no Japão, para o período de treinos. Neste sábado, 3, os representantes brasileiros se encontra ram na Coreia e ocuparam seus devidos lugares na Vila dos Atletas, localizada no cluster da montanha de PyeongChang e perto das arenas de snowboard e de esqui cross-country.

"É uma emoção enorme chegar aqui e ver que o sonho, finalmente, se realizou. Poder ser a primeira mulher brasileira a disputar os Jogos Paralímpicos de Inverno e estar em mais uma Paralimpíada me deixa muito feliz", comentou Aline, 27 anos, que também esteve nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016, onde competiu no atletismo. 

Leia também: Esportes de neve do Brasil já miram os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022

No total, o Brasil conta com uma delegação de 12 pessoas em PyeongChang: são três atletas, um chefe de missão, um attaché, um oficial administrativo, um coordenador médico, um fisioterapeuta, um técnico de snowboard, um técnico de cera e dois técnicos de esqui cross-country. A equipe ocupa três quartos da Vila, um consultório médico e um escritório. 

Estreias e marcas

A estreia brasileira nos Jogos será com a dupla do esqui cross-country, na noite do dia 10 (horário de Brasília). Já o snowboarder Andre compete em sua primeira prova no dia seguinte, 11, também no período noturno (horário de Brasília). No total, os representantes do país disputarão medalhas em 10 ocasiões.

Leia também: Presidente do COI em encerramento de PyeongChang: "Jogos de novos horizontes"

Os Jogos Paralímpicos de Inverno de PyeongChang 2018 reunirão mais de 650 atletas de 46 nações. Além do snowboard e do esqui cross-country, estão no programa nesta edição o biatlo, o esqui alpino, o curling em cadeira de rodas e o hóquei em trenó. Serão disputadas medalhas em 80 eventos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.