Tamanho do texto

Os 22 atletas enviados pela Coreia do Norte para as Olimpíadas voltaram sem medalhas. Evento marcou retomada de relações entre as coreias

A Coreia do Norte encerrou nesta quarta-feira (21) sua 9ª participação nas Olimpíadas de Inverno na Coreia do Sul, sem nenhuma medalha . Jong Kwang-bom, patinador de velocidade em pista curta, foi o último competidor dos 22 atletas enviados a Pyongyang.

Leia também: De último à final: brasileira faz história na patinação das Olimpíadas

Símbolos dos Jogos de Inverno em Pyeongchang, na Coreia do Sul
Divulgação
Símbolos dos Jogos de Inverno em Pyeongchang, na Coreia do Sul

Dentre eles, estavam 12 jogadoras de hóquei que formaram uma seleção única, uma junção das atletas da Coreia do Norte com as do Sul. Apesar de sair sem premiações, o evento foi fundamental para a retomada de relações entre as Coreias, que não competiam juntas há 12 anos.

Durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, os países entraram com a bandeira unificada.

Os jogos também foram marcados por gestos simbólicos, como o aperto de mão entre Kim Yo Jong - irmã do ditador Kim Jong-Un e primeira da dinastia governante do Norte a visitar o país - e Moon Jae-In.

Leia também: Conheça os três brasileiros que vão aos Jogos Paralímpicos de Inverno deste ano

Os atletas

Pela primeira vez na história das Olimpíadas, os dois países formaram uma única equipe no hóquei feminino, que teve 12 jogadoras do Norte e 11 do Sul. A técnica Sarah Murray, da seleção sul-coreana, teve de escalar obrigatoriamente ao menos três atletas de Pyongyang por partida.

Na patinação artística, o Comitê Olímpico Internacional (COI) abriu uma vaga para a dupla Ryom Tae-ok e Kim Ju-sik, enquanto Jong Kwang-bom (1.500m masculino) e Choe Un-song (500m masculino) representaram o Norte na patinação de velocidade. Os outros seis norte-coreanos disputaram as provas de esqui.

Para o cross-country (esqui de fundo), o país levou Han Chun-gyong e Pak Il-chol (15 km), entre os homens, e Ri Yong-gum (10 km), entre as mulheres. No esqui alpino, estavam presentes Choe Myong-gwang e Kang Song-il, no masculino, e Kim Ryon-hyang, no feminino. Ao todo, foram 15 mulheres e sete homens da Coreia do Norte competindo nos Jogos.

Leia também: Coreia do Norte disputará quatro modalidades nas Olimpíadas de Inverno

Durante os Jogos de Inverno, participam 2,9 mil atletas disputando 102 títulos. Pelo ranking, o país que se encontra com maior número de medalhas é a Noruega, seguida pela Alemanha e Canadá. Desde sua primeira participação nos Jogos de Inverno e de Verão, em 1964, a Coreia do Norte conquistou 54 medalhas, sendo o halterofilismo a maior contribuição, com 17 medalhas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.