Tamanho do texto

Ideia é que sejam escaneados até 400 mil rostos durante as Olimpíadas

Tóquio 2020: capital do Japão recebe a próxima edição dos Jogos Olímpicos de verão
Divulgação
Tóquio 2020: capital do Japão recebe a próxima edição dos Jogos Olímpicos de verão

Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 estão estudando a possibilidade de implantarem um sistema de reconhecimento facial para reforçar a segurança da competição, informou nesta semana o site "Japan Times".

Leia também: Carro voador deve acender a pira olímpica nos Jogos de Tóquio

Segundo a publicação, a ideia é escanear o rosto de todos que estiverem trabalhando nas Olimpíadas de Tóquio 2020 . A medida não inclui apenas a equipe de organização, mas também atletas e profissionais da imprensa - a expectativa dos organizadores do evento é que sejam escaneados entre 300 mil e 400 mil rostos.

Leia também: Japão apresenta três opções de mascotes para Olimpíadas de Tóquio 2020

O objetivo é evitar roubos de cartões de identificação de pessoas autorizadas a frequentar áreas restritas ao público. Por conta disso, os espectadores não vão precisar realizar o processo de reconhecimento facial.

Leia também: Japão pede doação de smartphones velhos para fazer medalhas olímpicas

As pessoas que entrarem em locais restritos vão ter seus rostos verificados pelas câmeras. Caso alguém não cadastrado tente entrar em local proibido, um alerta será emitido para a equipe de segurança da competição.

Datas dos Jogos

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 vão ocorrer entre os dias 24 de julho e 9 de agosto, enquanto os Jogos Paralímpicos estão programados para acontecer entre os dias 25 de agosto e 6 de setembro.