Tamanho do texto

Separamos os casos mais famosos de esportistas que cometeram crimes e foram parar atrás das grades; lista conta até com lendário Leônidas da Silva

Infelizmente, é comum ver no noticiário esportivo matérias sobre o que os atletas fazem além dos campos ou das quadras. E muitas dessas notícias se tratam de diversos crimes cometidos por esportistas ao redor do mundo.

Leia também: Confira as melhores brigas e pitis dos programas esportivos da TV brasileira

Esta semana, por exemplo,  noticiamos aqui que o jogador de basquete Ben Gordon foi detido pela terceira vez em um intervalo de cinco meses por roubo. Por este motivo, resolvemos relembrar casos de atletas que cometeram delitos e foram parar atrás das grades.

OJ Simpson

Ex-jogador de futebol americano, OJ Simpson foi condenado em 2008 a 33 anos de prisão. Ele abre a lista de atletas que foram detidos
Divulgação
Ex-jogador de futebol americano, OJ Simpson foi condenado em 2008 a 33 anos de prisão. Ele abre a lista de atletas que foram detidos

O primeiro da lista de atletas criminosos é o de O.J. Simpson. O ex-jogador de futebol americano e primeira escolha no draft de 1969 foi condenado em 2008 a 33 anos de prisão, sendo 15 anos por sequestro, seis anos por porte de arma durante o crime e 12 anos por roubo. Em outubro deste ano, ele conseguiu liberdade condicional. Antes, em 1995, ele havia sido acusado do assassinato de sua ex-mulher Nicole Brown e de seu amigo Ronald Goldman, mas foi absolvido após longo julgamento.

Goleiro Bruno

O goleiro Bruno foi contratado pelo Boa Esporte após ser solto, mas depois voltou à prisão
Divulgação
O goleiro Bruno foi contratado pelo Boa Esporte após ser solto, mas depois voltou à prisão

Bruno foi preso em 2010 acusado de assassinar sua amante. Três anos depois ele foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio. Este ano, o goleiro foi solto e chegou a jogar pelo Boa Esporte, de Minas Gerais, mas o STF revogou a liminar que o mantinha em liberdade e ele retornou para a cadeia, onde permanece até hoje.

Thiago Silva

Lutador de MMA, Thiago Silva foi preso por ameaçar a ex-esposa e outras pessoas com uma arma
Divulgação
Lutador de MMA, Thiago Silva foi preso por ameaçar a ex-esposa e outras pessoas com uma arma

Em 2014, o então lutador brasileiro do UFC, Thiago Silva, foi preso na Flórida, Estados Unidos, por ter ameaçado a então esposa e outras pessoas em uma academia. Ele ficou detido um mês e saiu com autorização do juiz, mas foi obrigado a usar uma tornozeleira eletrônica. Após romper contrato com o Ultimate, no entanto, o paulista lutou em outras categorias.

René Higuita

René Higuita foi preso em 1993 por se envolver em um sequestro
Divulgação
René Higuita foi preso em 1993 por se envolver em um sequestro

O goleiro colombiano era titular de sua seleção em 1993 e foi detido por se envolver em um sequestro. Ele ficou na cadeia por seis meses e não foi para a Copa de 1994. O caso foi solucionado depois.

Edmundo

Edmundo foi preso por se envolver em acidente de carro que matou três pessoas
Reprodução
Edmundo foi preso por se envolver em acidente de carro que matou três pessoas

Em 1995, o ex-atacante se envolveu em um acidente de carro que terminou com a morte de três pessoas, além de cinco feridas. Ele foi condenado a quatro anos e meio em regime semiaberto por homicídio culposo e lesões corporais, mas permaneceu apenas uma noite preso. Após vários anos, o processo foi extinto pelo Supremo Tribunal Federal.

Mike Tyson

Mike Tyson foi preso em 1992 quando ainda era boxeador
Divulgação
Mike Tyson foi preso em 1992 quando ainda era boxeador

Com 25 anos, em 1992, o então boxeador foi preso por estuprar uma jovem modelo de 18 anos. Ele havia sido jurado de um concurso de beleza em que a mulher desfilou. Ainda no mesmo ano, ele foi condenado a três anos de prisão. E os problemas com a justiça não pararam por aí. Em 1999, Tyson ficou alguns meses preso por ter agredido dois motoristas depois de um acidente de trânsito.

Leia também: Oito jogadores de futebol que ficaram marcados por se envolverem em polêmicas

Freddy Rincón

Freddy Rincón também foi detido, mas após encerrar carreira
Divulgação
Freddy Rincón também foi detido, mas após encerrar carreira

O ex-jogador colombiano campeão brasileiro e mundial com o Corinthians foi preso em São Paulo em 2007 sob acusação de lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas. Em agosto do ano passado ele foi absolvido das acusações pela justiça panamenha, onde ele tinha bens.

Breno

Breno foi condenado na Alemanha por ter incendiado a própria casa
Divulgação
Breno foi condenado na Alemanha por ter incendiado a própria casa

O zagueiro, hoje no Vasco, foi condenado a três anos e nove meses de prisão após incendiar a própria casa, em setembro de 2011, quando ainda jogava no Bayern de Munique. Após a pena ser suspensa pelo Tribunal Estadual de Justiça da Baviera, em dezembro de 2014, voltou ao São Paulo em 2015, com quem já havia assinado contrato, mas desde o incidente não conseguiu repetir o bom futebol de quando foi campeão brasileiro em 2007.

Maxim Molokoedov

O russo Maxim Molokoedov foi preso por tráfico de drogas
Divulgação
O russo Maxim Molokoedov foi preso por tráfico de drogas

O jovem russo havia jogado nas divisões de base de clubes do seu país, mas então acabou entrando para o 'mundo' do tráfico e foi preso e condenado no Chile. Na prisão, no entanto, ele reencontrou seu futebol e conseguiu se recuperar, chamando a atenção de um time da segunda divisão chilena. Voltou para a Rússia e o último registro é que ele joga em uma equipe local.

Zé Elias

Zé Elias foi preso por não pagar pensão alimentícia
Divulgação
Zé Elias foi preso por não pagar pensão alimentícia

Hoje com trabalho fixo no noticiário esportivo, o ex-volante Zé Elias, que atuou em clubes importantes do futebol brasileiro e europeu, além da seleção brasileira, ficou 30 dias preso em 2011 por não pagar pensão alimentícia.

Romário

Romário foi outro a ser preso por não pagar pensão
Reprodução
Romário foi outro a ser preso por não pagar pensão

Outro que foi detido por não pagar a pensão dos filhos foi Romário. Em 2009, quando já havia se aposentado, ele passou uma noite na cadeia. Hoje, o baixinho e artilheiro por onde passou, é senador da república e pré-candidato ao Governo do Rio de Janeiro.

Leônidas da Silva

Leônidas da Silva falsificou documento e foi preso em 1941
Reprodução
Leônidas da Silva falsificou documento e foi preso em 1941

Um dos maiores jogadores da história do São Paulo e artilheiro da Copa do Mundo de 1938 com oito gols, Leônidas da Silva foi detido em 1941 por falsificar o certificado de dispensa do serviço militar. Ele ficou preso na cadeia no quartel de Realengo por oito meses.

Leia também: Saiba quem são os 10 jogadores de futebol mais rápidos do mundo

Jobson

Jobson foi preso por estuprar quatro adolescentes
Reprodução
Jobson foi preso por estuprar quatro adolescentes

O último na lista de atletas que já cometeram crimes é Jobson. Hoje com 29 anos, o ex-botafoguense foi preso em junho de 2016 acusado de estuprar quatro adolescentes. Meses depois ele foi solto após pagar fiança. Em junho deste ano, o paraense voltou a ser detido por descumprir medidas judiciais relativas à prisão anterior. Logo depois, foi solto, mas no fim de setembro voltou para a prisão pela mesma razão. Além disso, ele sofreu com o doping durante sua carreira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.